[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
futebol
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes
ufc

Homem que matou esposa com tiro na cabeça na frente do filho é condenado a 33 anos de prisão em Monte Alegre-PA

O caso de feminícidio que motivou protestos em Monte Alegre, no oeste do Pará, chegou ao fim com a condenação do acusado. Rubervan Lobo foi levado a júri popular e recebeu sentença condenatória de 33 anos em regime fechado por ter matado com um tiro na cabeça a própria esposa.

Isabela Henrique Gama foi morta enquanto segurava o filho de 2 anos nos braços, no bairro Pajuçara, em julho de 2019. O caso ganhou repercussão pela brutalidade.

O julgamento foi realizado no dia 6 de novembro no auditório do Tribunal do Júri, na Comarca de Monte Alegre. Foram ouvidas, além do acusado, cinco testemunhas de acusação e uma de defesa.

Rubervan Lobo e Isabela Henrique Gama. Foto: reprodução

No plenário, a defesa tentou a desclassificação do crime para homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A justificativa seria que o tiro foi disparado de forma acidental. No entanto, o conselho de sentença rejeitou o pedido por entender que Rubervan cometeu homicídio triplamente qualificado, por motivo fútil, sem que Isabela pudesse se defender e em âmbito de violência doméstica. Outro agravante foi o crime ter ocorrido na frente do filho do casal.

"Na verdade, o desenrolar do crime de homicídio destacou a demonstração de absoluta impiedade do réu com a vítima", diz um trecho da sentença.

Na decisão foi levada em consideração, ainda, que Rubervan permaneceu preso durante todo o processo de instrução criminal. Desta forma, não haveria justificativa para que ele recorresse em liberdade.

O crime

A morte de Isabela Henrique Gama aconteceu no dia 5 de julho de 2019, no bairro Pajuçara, em Monte Alegre. À época, a polícia informou que a vítima e o assassino tinham ingerido bebida alcoólica e depois de ter retornado para casa iniciaram uma briga. Durante a discussão, o marido acabou atirando na esposa.

Após o tiro e com grave ferimento na cabeça, a vítima não resistiu. Rubervan abandonou a arma no local, pegou o filho e foi até a casa do sogro deixar a criança sob os cuidados dos avós. Em seguida foi até a Polícia Militar, contou o que tinha acontecido e foi preso. O pai de Isabela também havia acionado a PM.

Às vésperas do julgamento, um protesto foi realizado em Monte Alegre cobrando justiça ao caso.


G1 Santarém

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search