[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
futebol
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes
ufc

Raro: mesmo tomando anticoncepcional, mulher engravida e dá à luz a quadrigêmeas em BH

Há quem chame de destino, há quem chame de milagre. Para o casal Carolina Martins e Marco Túlio Oliveira, a notícia da gestação natural de quadrigêmeas, mesmo diante do uso de métodos contraceptivos, foi um pouco dos dois e deu a eles a certeza de que as coisas acontecem justamente quando têm que acontecer.

Helena, Maitê, Beatriz e Laura fizeram suspense antes de 'contar' que estavam chegando. O primeiro teste de farmácia, feito após Carolina perceber alguns sintomas característicos da gestação, deu negativo.

Depois de um encontro com outras amigas que estavam grávidas, o casal desconfiou ainda mais da 'insistência' dos sintomas e decidiu fazer um exame de sangue. As taxas de beta-HCG, hormônio que identifica a gravidez, não deixavam dúvida; a família ia crescer.

Com casos de gêmeos entre familiares, Carolina acreditava que poderia ser mãe de dois ao mesmo tempo, mas a notícia de quadrigêmeos recebida na consulta médica com exame de ultrassom surpreendeu até o papai, formado em enfermagem. "Olhei pra tela e já percebi", conta ele.


Carolina Martins engravidou de quadrigêmeas, mesmo tomando anticoncepcional; evento é considerado muito raro — Foto: Jean Assis/Carolina Martins/Arquivo pessoal
As imagens mostravam que os sacos gestacionais guardavam dois embriões cada, o que representava duas gestações de gêmeas idênticas, com quatro bebês a caminho. "Eu não consegui nem me vestir depois, até minha boca estava gelada. Marco Túlio teve que me ajudar", lembra Carol.

A gravidez considerada de risco deixou todos um pouco apreensivos no começo, inclusive o empresário, que já é pai de um menino de 10 anos. Mas, passado o susto, a futura mamãe postou um vídeo numa rede social contando como descobriu que estava grávida e foi a vez do destino pregar mais uma peça. O post viralizou.

"As pessoas começaram a querer saber mais sobre a história, mandar perguntas. Foi daí que surgiu eu contar, tirar as dúvidas e postar o meu dia a dia, da minha gestação", explica.

A página já soma mais de 95 mil seguidores e mostrou várias etapas da gravidez e até o parto, que para somar mais uma surpresa, foi empelicado para alguns do bebês. Ou seja, três das quatro meninas nasceram sem romper a bolsa amniótica.

Segundo o médico obstetra Gabriel Martins, que realizou o parto, a gestação quádrupla se tornou ainda mais rara quando somada aos outros eventos que rondaram a gravidez da influencer como fato de estar tomando contraceptivo e ter parte dos nascimentos com as bebês empelicadas.

“É tudo uma raridade muito grande uma gestação deste tipo. Na verdade, a gente está num evento muito, muito raro. Eu até estudei muito sobre gestação múltipla. Elas [as bebês] são dois pares idênticos. Isso é muito raro. Natural é ainda mais raro. Usando anticoncepcional ainda mais raro. Um evento como este nunca vi. VI outros quadros gemelares que não tiveram desfecho muito bom, que evoluíram para uma perda”, afirmou.

O parto ocorreu por cesariana no dia 1º de setembro e as meninas precisaram passar alguns dias no hospital. Três delas tiveram alta no último dia 14 de outubro e a quarta irmã chegou em casa pra reforçar o time no último dia 21.

O papai revela que o casal precisou de um reforço para ajudar a cuidar de quatro ao mesmo tempo. "Quem fala que dá, que é tranquilo quatro ao mesmo tempo está mentindo", confessa. Mas a felicidade de ter a vida agitada por esse grupo também fica evidente no sorrido do casal.


G1 Minas Gerais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search