[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Assassino arranca cabeça de homem com facão e leva dentro de mochila em Marabá-PA

Um crime bárbaro chocou uma comunidade rural de Marabá, no sudeste paraense, em na noite da última quarta-feira (30). Moradores da vila Espírito Santo presenciaram um homem decepar a cabeça de Francisco Silva dos Santos, conhecido como “Chico”, 51 anos, e colocar dentro de uma mochila. 

Ele saiu com o macabro “troféu” de seu crime e caminhou por alguns quilômetros, deixando o corpo decapitado para trás, em um caso que deixou família e demais trabalhadores de uma propriedade rural horrorizados.

Segundo o relato de testemunhas, que falaram com a Superintendência Regional da Polícia Civil no Sudeste do Pará, Francisco estava em uma chácara junto com uma mulher e mais um amigo, bebendo após uma pescaria, quando um outro homem chegou. 

Armado com um facão, o homem foi direto para cima de Chico, dizendo para as outras pessoas que estavam na propriedade irem embora dali, que o assunto era apenas com ele.

Cabeça estava na beira da estrada (Evangelista Rocha).

Primeiro ele esfaqueou Chico nas costas, e em seguida, arrancou a cabeça do homem com o facão. De acordo com a Polícia Civil, há a suspeita de que o algoz tenha agido dessa forma por ciúmes da mulher, que estava bebendo na companhia dos dois homens. Ainda segundo a Polícia Civil, o suspeito ainda tentou contra a vida da mulher, mas ela conseguiu fugir e caminhou pela vila, mas depois de ser abordada por moradores da comunidade, também fugiu do local. 

Quando as viaturas do CPR da Polícia Militar chegaram ao local, encontraram primeiro a cabeça a vítima na estrada rural. O homem passou por dentro da vila até abandonar a cabeça de Francisco a cerca de dois quilômetros da casa onde cometeu o homicídio. 

Moradores da região disseram que o assassino era conhecido, mas ele apareceu por ali há pouco tempo, e morava em um sítio abandonado em condições precárias. Ninguém sabe o nome, idade ou mesmo apelido do suspeito, que segue desaparecido. O caso é investigado pela Polícia Civil, que segue na busca do assassino misterioso.


Fonte: O Liberal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search