[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Pará fica em penúltimo lugar em ranking nacional de qualidade do ensino médio

O Pará registrou 3,4 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2019 do ensino médio, sendo que meta era de 4,4. No ranking nacional, o estado fica na 26ª posição, a frente somente do Amapá, que teve Ideb de 3,4 e cuja meta era de 4,5.

Segundo os dados divulgados nesta terça (15) pelo Ministério da Educação (MEC), o Pará não atinge a meta do ensino médio desde 2009, mas teve crescimento em relação a 2017.

O índice considera a aprovação de alunos e desempenho nas provas de matemática e português. Em todo o País, o ensino médio não atinge nível esperado de qualidade desde 2013. No ensino fundamental, o Brasil atingiu as metas nas séries iniciais, mas falhou nos anos finais.

Nos anos iniciais do ensino médio no Pará, todas as metas foram alcançadas desde 2009. O índice em 2019 foi de 4,9 e a meta era 4,7.

Já nos anos finais, a meta não é atingida desde 2007. Este ano, a etapa atingiu Ideb 4,1 bem distante da meta de 5,1.

Nesta avaliação do ano de 2019, o Ideb do Pará para ensino médio apenas com escolas da rede estadual de ensino foi de 3,2 enquanto que a meta era 4,2. O ideal não é alcançado há dez anos, quando a rede estadual registrou Ideb 3,0 e meta era de 2,7.

Reprodução da internet
Já o ensino médio na rede privada não atinge a meta desde 2011. No Ideb 2019, o índice registrado é de 5,9 e a meta era de 6,4.

O que é Ideb?

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um indicador de qualidade do ensino fundamental e do ensino médio. Foi criado em 2005 pelo MEC, que o divulga, desde então, a cada dois anos.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulga o Ideb de cada escola, município e estado. Além de calcular as médias, o órgão detalha o desempenho das redes municipais, estaduais, públicas e privadas.

Os índices são sempre calculados em três etapas da educação básica:

anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano);
anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano);
ensino médio.

Como o Ideb é calculado?

O Ideb é um índice de 0 a 10, calculado com base em dois fatores:

índices de aprovação/reprovação dos alunos e de abandono dos estudos, medidos no Censo Escolar;
notas em provas de português e de matemática no Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).

Para ter um bom Ideb, é preciso ter baixas taxas de reprovação e de abandono de estudos, além de resultados satisfatórios no Saeb. Essa avaliação é aplicada sempre no fim de cada etapa escolar: 5º e 9º ano do ensino fundamental, e 3º ano do ensino médio.

O que os alunos de ensino médio sabem de matemática e português?
Analisando as médias nacionais do Saeb (um dos componentes do Ideb), conclui-se que o Brasil está nos seguintes patamares de conhecimento:

Matemática: os alunos são capazes de resolver operações básicas, reconhecer proporções, associar uma tabela a um gráfico e fazer progressões aritméticas. Não conseguem, em geral, determinar probabilidade, calcular porcentagem, resolver uma expressão algébrica ou analisar formas geométricas.

Português: os estudantes têm habilidade para reconhecer uma opinião explícita em um artigo ou um tema de uma crônica, interpretar tirinhas e inferir o sentido de uma palavra em uma música. Apresentam dificuldade em identificar argumentos nos textos, reconhecer relações de causa e consequência, compreender ironia ou humor e detectar a informação principal em reportagens.

G1 Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search