[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
futebol
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes
ufc

Pré-candidato a vereador de Itaituba é alvo de representação do MPE por propaganda eleitoral antecipada

O Ministério Público Eleitoral - MPE, entrou com uma representação junto à Justiça Eleitoral no dia 21 de agosto deste ano, contra o pré-candidato a vereador de Itaituba, Felipe Marques, por propaganda eleitoral antecipada realizada antes do prazo permitido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nenhuma descrição disponível.
Propaganda posta nas redes sociais do pré-candidato. Foto: reprodução/redes sociais.
A prática irregular foi constatada pelo MPE após o pré-candidato ter utilizado suas redes sociais para reforçar sua candidatura, o que até então é permitido sob regras pela Justiça Eleitoral, mas atrelado ao uso de expressões que remetem ao dia 15 de Novembro, dias das eleições. 

Na publicação feita nas redes sociais do pré-candidato, há a seguinte indagação: “Você sabia que o dia das eleições mudaram?. Agora é 15 de Novembro”. É notório perceber que o número 15 está em destaque pelo fato de tanto ser o dia das eleições, como também o número escolhido para ser trabalhado pelo pré-candidata no período eleitoral. Por outro lado, a referência do mês fica exposta de maneira tímida, menor. 

Ainda somado a estes pontos que juntos ficou configurado campanha antecipada através de análises difundidas pelo Ministério Público Eleitoral, o pré-candidato usa a seguinte legenda na publicação acima: “Dia 15 de NOVEMBRO é o dia de usarmos nossas armas, e dessa vez o TIRO tem que ser certeiro.

Nenhuma descrição disponível.
Foto: reprodução/redes sociais.
De acordo com o Promotor Eleitoral, Alan Dhones Lira Feitosa, titular da 34ª zona eleitoral de Itaituba, a mensagem transmite aos eleitores a ideia de que no dia das eleições, o ‘Tiro’, que vai se configurar no voto, tem que ser ‘Certeiro’, referindo-se ao pré-candidato que se apresenta. 

Diante da representação feita perante a Justiça Eleitoral, o pré-candidato deve ser notificado para apresentar defesa, ficando sujeito ao pagamento de multa que pode variar de R$ 5 a 25 mil reais, conforme pontuou o Promotor.

Legislação Eleitoral - Campanha 

Diante deste cenário, o Promotor destacou que a legislação eleitoral não veda que as pessoas se apresentem como pré-candidato ao mesmo tempo que mostre suas propostas nas redes sociais atrelado a suas atribuições pessoais, como por exemplo, formação acadêmica, experiências anteriores, entre outras.


Plantão 24horas News 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search