[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Moradores do Bairro Nova Miritituba interditaram via que dá acesso aos portos com objetivo de chamar atenção das autoridades municipais

A interdição aconteceu na tarde de sexta-feira (31), as 16h:00 moradores do Bairro Nova Miritituba apoiados pela Associação de Moradores do bairro, Conselho de fiscalização de investimentos e empreendimentos no distrito de Miritituba (CONGEFIMI) e também pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).
Interdição dos moradores. Foto: Ingrid Rodrigues

A via municipal 04 de paus, atual Transportuária tornou-se um local perigoso depois que carretas começaram a trafegar por ela, estima-se que cerca de 1.500 carretas transitem pela via no pico da safra. 

Foto: Ingrid Rodrigues


A interdição durou cerca de uma hora e tinha como um dos objetivos chamar a atenção das autoridades e empresas para cumprirem com os acordos feitos a população, vale ressaltar que esta, já é a quinta interdição feita pelos moradores do bairro Nova Miritituba.
Foto: Ingrid Rodrigues

 As cobranças principais foram:

A construção de um desvio para que os moradores diminuam seu trafego pela Transportuária, porque essa via de acesso é excludente em muitos pontos, pois permitem apenas o tráfego de carretas, atualmente moradores precisam desviar para o mato ou são atropelados;
Outra cobrança não menos importante é o asfaltamento da transportuária, com calçadas, iluminação e toda via e sinalização necessária;
Foto: Ingrid Rodrigues

 O movimento contou também com o apoio do Sindicato dos caminhoneiros, na pessoa do Sr. Valter, que foi o responsável por informar aos motoristas da interdição, onde os mesmos colaboraram com a interdição sem ocorrer nenhum conflito durante o tempo que a via ficou interditada.
Foto: Ingrid Rodrigues

 O presidente do Bairro Nova Miritituba, Fernando Cardoso ressaltou que além da problemática da transpotuária outras demandas estão pendentes dentro do bairro, como obras do posto de saúde e da escola que estão inacabadas.
Foto: Ingrid Rodrigues

O sub prefeito do distrito, Ezequias Lima também esteve apoiando o interdição e em sua fala disse que depois da última manifestação no bairro no ano passado, uma comissão foi formada e inclusive chegaram ir a Belém onde se reuniram com a Associação dos Terminais Portuários e Estações de Transbordo de Cargas da Bacia Amazônica (AMPORT), porém os acordos que lá foram fechados nenhum deles foram cumpridos. Inclusive a pauta de asfaltamento foi discutida e a AMPORT descartou a possibilidade.

Depois de uma hora a via foi liberada e segundo os manifestantes tudo ocorreu como foi planejado, houve uma pequena reunião de onde tiraram os encaminhamentos, ficando sugerido que a conta da data da interdição à quinze dias, caso não tenha repostas nem das empresas e nem da gestão municipal, os moradores irão decidir se fecharão permanentemente a via.

Plantão 24horas News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search