[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Governo anuncia retomada de ações contra crimes ambientais em terra indígena no Pará

O Ministério da Defesaanunciou nesta sexta-feira (7) a retomada das ações de combate a crimes ambientais na terra indígena Munduruku, no Pará.

A interrupção foi anunciada nesta quinta(6), um dia após o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ter visitado a região e ter sido alvo de protestos. O grupo que fez o ato chegou a impedir a decolagem de um avião e um helicóptero.

Na nota divulgada nesta sexta, o Ministério da Defesa informou que a suspensão das operações por um dia atendeu a pedidos dos próprios indígenas da região.

Ação do Ibama em terra indígena de Jacareacanga.
"O Ministério da Defesa (MD) informa que já foi autorizado, nesta sexta-feira (7/8), o reinício das operações nas terras indígenas Munduruku, no âmbito da Operação Verde Brasil 2. As operações haviam sido temporariamente suspensas, por um dia, na quinta-feira (6/8), atendendo à solicitação dos indígenas, para permitir avaliação de resultados e a realização de encontro de representantes dos indígenas com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), em Brasília", informou a pasta.

Ainda de acordo com o ministério, representantes dos indígenas Munduruku estiveram em Brasília e foram recebidos no Ministério do Meio Ambiente, onde "apresentaram seus pleitos e preocupações".

Explorar a riqueza da terra

Mais cedo, nesta sexta, o vice-presidente Hamilton Mourão comentou o assunto. Disse que "não adianta tapar o Sol com a peneira" porque os indígenas tem o "direito de explorar a riqueza que tem na terra dele".

"Eles sabem que tem ouro lá. Nós temos que parar de tapar o sol com a peneira e entender que o indígena tem que ter o direito de explorar a riqueza que tem na terra dele dentro dos ditames da nossa legislação. A partir daí, ele terá acesso às benfeitorias, ao progresso material da humanidade", afirmou Mourão.

Íntegra

Leia a íntegra da nota do Ministério da Defesa:

NOTA À IMPRENSA

O Ministério da Defesa (MD) informa que já foi autorizado, nesta sexta-feira (7/8), o reinício das operações nas terras indígenas Munduruku, no âmbito da Operação Verde Brasil 2.

As operações haviam sido temporariamente suspensas, por um dia, na quinta-feira (6/8), atendendo à solicitação dos indígenas, para permitir avaliação de resultados e a realização de encontro de representantes dos indígenas com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), em Brasília.

Ainda na quinta-feira (6/8), representantes dos indígenas Mundurukus foram transportados para Brasília, em aeronave C-95 da Força Aérea Brasileira. Eles foram recebidos no MMA e apresentaram seus pleitos e preocupações.

Nesta sexta-feira (7/8), os representantes dos indígenas regressaram às suas terras, também em aeronave da Força Aérea Brasileira.

Ressalta-se que a Operação Verde Brasil 2 permanece ativa e atuante em toda Amazônia Legal. Todas as ações referentes à Amazônia são coordenadas no âmbito do Conselho Nacional da Amazônia Legal, presidido pelo Vice-Presidente da República.


G1 Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search