[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
futebol
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes
ufc

Pará atinge o 21º lugar no ranking de isolamento brasileiro na terça (30)

O Pará ocupou, na terça-feira (30), a 21ª posição no ranking nacional de isolamento social, registrando 38,26% de pessoas em casa para evitar a proliferação da Covid-19. A taxa de Belém foi de 39,42%, ficando na 22ª colocação entre as capitais. Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup).
Abel Figueredo (22,4%), Palestina do Pará (26,3%) e Nova Ipixuna (29,1%) apresentaram os menores índices. Foto: Alex Ribeiro

Secretário de Segurança Pública, Ualame Machado reforça que o distanciamento social deve ser mantido e que quem puder deve permanecer em casa. “Depois do lockdown, os dados de isolamento apresentaram uma queda grande, o que é uma preocupação, pois o vírus ainda circula no Estado e todos os cuidados que vinham sendo adotados anteriormente ainda são necessários. O momento é de prevenção para diminuir os riscos. A população ainda precisa adotar as medidas de higiene para evitar contaminação pela Covid-19”, afirmou o titular da pasta.
Em Ananindeua, as melhores taxas foram registrados no Aurá (49,2%), Águas Brancas (44,8%) e Atalaia (44,7%). Foto: Alex Ribeiro

As cidades com maior registro de desobediência à recomendação de ficar em casa e com baixo índice de isolamento foram Abel Figueredo (22,4%), Palestina do Pará (26,3%) e Nova Ipixuna (29,1%). Já as que alcançaram melhores índices foram Nova Esperança do Piriá (65,9%), Anajás (51,4%) e Afuá (50,4%).
Na capital paraense e em Ananindeua, foram registrados, respectivamente, os índices de 39,42% e 37,4%. Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de pessoas em casa foram: Souza (61,9%), Val-de-Cães (58,3%) e Paracuri (48,1%). As piores taxas foram em Curió-Utinga (14,3%), São Francisco (20,8%) e Maracacuera (24,3%).
Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Aurá (49,2%), Águas Brancas (44,8%) e Atalaia (44,7%). As piores taxas foram observadas em Curuçambá (23,1%), Icuí-Laranjeira (23,1%) e 40 Horas (30,3%).
O percentual de isolamento nos 144 municípios paraenses e o monitoramento completo estão disponíveis e são atualizados diariamente no site da Segup.
Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search