[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Vereador Wescley Tomaz debate com diretores da ANM tema sobre mineração nas flonas na região do Tapajós

Em uma LIVE realizada no dia 05/06/20 , comandada pelo vereador Wescley Tomaz, com a participação dos diretores da ANM, Tasso Mendonça, Eduardo Leão, e o Deputado Federal Joaquin Passarinho, é debatido o tema sobre mineração, mais especificamente foi defendida a autorização de mineração nas flonas.
vereador Wescley Tomaz, com a participação dos diretores da ANM, Tasso Mendonça, Eduardo Leão, e o Deputado Federal Joaquin Passarinho

O vereador Wescley levantou um histórico em relação às 6 flonas que há na região do Tapajós. Sendo 3 flonas criadas antes da Lei do SNUC, que não trata da possibilidade da mineração; e as outras três criadas após a Lei do SNUC.

Segundo o Vereador, o decreto de criação dessas flonas, permitia-se a mineração. São elas: a flona de Crepuri, a do Amana e a do Jamanxim, que são áreas mineradas a muito tempo, antes mesmo da criação dos decretos. Levantado todo esse histórico, o vereador questiona aos diretores da ANM se a Agência Nacional de Mineração tem cobrado da AGU para que possa rever esse parecer.

ASSISTA O VÍDEO: CLICANDO AQUI

Em resposta, um dos diretores da ANM, Tasso Mendonça, disse que já entraram em contato com a AGU e ficaram sabendo que o entendimento da AGU é pela alteração do parecer anterior, que possivelmente poderá ser modificado. O diretor ainda disse que antes da criação dessa unidade de conservação, já existia a unidade garimpeira.

No mesmo sentido, o outro diretor da ANM, Eduardo Leão, afirma que há muito prejuízo e diz que “primeiro você cria uma reserva garimpeira em 83, delimitando a área do Tapajós e convidando os garimpeiros para fazer atividade lá. Aí vinte anos depois, você botou todo mundo na marginalidade”. O que, segundo o diretor é um absurdo.

Plantão 24horas News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search