[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Vândalos invadem cemitério, quebram imagem sacra e agridem coveiro, em Oriximiná

Dois homens foram presos na tarde desta sexta-feira (5), em Oriximiná, oeste do Pará, após promoverem vandalismo no cemitério municipal Nossa Senhora das Dores.

Imagem de Nossa Senhora das Dores foi quebrada com uma enorme pedra — Foto: Polícia Militar/Divulgação

De acordo com a Polícia Militar, os dois homens estavam aparentemente sob efeito de bebida alcoólica. Após entrarem no cemitério e agredirem o coveiro conhecido pelo apelido “Goró”, utilizando uma pedra eles quebraram a imagem de Nossa Senhora das Dores, que ficava dentro da capela mortuária.

"A gente estava aqui com outros colegas do trabalho e a gente costuma tirar brincadeira, se hamar de corno, outras coisas. Parece que os caras ouviram e acharam que era com eles. Já chegaram aqui me chamando pra briga, queriam que eu fosse lá fora, mas eu não fui, aí eles entraram, um me pegou pela camisa, eu consegui ir lá pra trás onde meus colegas me ajudaram e eles fizeram a destruição quebrando até a imagem da santa", contou o coveiro Goró.

Coveiro Goró era o alvo dos vândalos que invadiram o cemitério — Foto: Márcio Garcia/Arquivo pessoal

Coveiro Goró era o alvo dos vândalos que invadiram o cemitério — Foto: Márcio Garcia/Arquivo pessoal

A polícia foi acionada e ao chegar ao cemitério para tentar acalmar os ânimos, foi desacatada pelos vândalos identificados como Rodrigo Siqueira e Alexandre Santos.

Os dois foram conduzidos por uma guarnição da Polícia Militar à Delegacia de Polícia Civil de Oriximiná. Eles devem responder por crimes contra o sentimento religioso, dano ao patrimônio público e agressão.


G1 Santarém

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search