[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Prazo para a declaração do Imposto de Renda 2020 encerra nesta terça (30)

Contribuintes têm até às 23h59 desta terça-feira (30) para declararem o Imposto de Renda da Pessoa Física 2020 - (IRPF), à Receita Federal e assim evitar o pagamento de multas. Por conta da pandemia, a Receita estendeu a data final de entrega das declarações de 30 de Abril para o dia 30 Junho de 2020.

"Estamos deixando bem claro em relação a todos os contribuintes a necessidade de estar declarando. O governo é muito enfático em dizer que as pessoas que estão obrigadas a fazer a declaração, devem declarar quanto receberam. Então é necessário que se faça o quanto antes", disse Elzanira Souza, contabilista. 

Receita Federal em Itaituba - Foto: Weslen Reis/Plantão.
O envio da declaração é feito pela internet. Por isso, o contribuinte não deve deixar para a última hora tendo em vista que pode surgir sobrecarga no sistema impossibilitando assim a conclusão do processo de declaração. 

Conforme informações, a receita espera receber 32 milhões de declarações dentro do prazo legal estabelecido. Até o momento, o órgão federal recebeu 27,08 milhões de declarações. Esse número representa aproximadamente 84% do volume esperado.

Em Itaituba, são mais de 8 mil pessoas que devem declarar seus rendimentos. 

Quem é obrigado a declarar 

Deve declarar o IR neste ano quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado. 

Também devem declarar: Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado; 

Quem obteve, em qualquer mês de 2019, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas; 

Quem teve, em 2019, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural; 

Quem tinha, até 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil; 

Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2019; 

Quem optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.

Penalidades previstas 

Para aqueles que não enviarem suas informações sobre rendimentos recebidos dentro do prazo estipulado, pode sofrer a aplicação de algumas penalidades. A saber, a multa mínima é de R$ 165,74 podendo chegar até 20% do valor devido. 


Plantão 24horas News com informações do repórter Márcio Vieira


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search