[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Em live realizada pelo Vereador Wescley Tomaz, autoridades discutem sobre decisão que suspende a comercialização do ouro e madeira na região

A Live realizada em 05 de junho, contou com a presença dos diretores da ANM, Tasso Mendonça e Eduardo Leão, e do Deputado Federal Joaquim Passarinho, foi abordada a decisão tomada pela juíza da 7ª Vara Federal do Amazonas que suspendeu as operações de ouro.

O vereador Wescley, sobre a decisão da Juíza Federal do Amazonas, perguntou aos participantes se a proibição de comercializar o ouro legal e a venda de madeira legal inibirá a venda do ouro e da madeira ilegal. 

O diretor da ANM, Tasso Mendonça, em resposta disse que o que está havendo é uma confusão na atribuição dos poderes. Segundo ele, para que seja tomada uma decisão, que é própria do poder Executivo, é preciso de toda uma estrutura de apoio e assessoria para que traga dados que auxilie na decisão de uma eventual continuidade de atividade.

Para o outro diretor da ANM, Eduardo Leão, respondeu que essa decisão já trouxe um abalo no comércio do ouro, que estava chegando a 300 reais o grama, e que agora houve uma queda nesse valor, porque, segundo ele disse, “quem vai comprar ilegalmente vai pagar menos, logicamente”. Ainda sobre a legalidade da decisão, o diretor afirma que essa decisão não está pautada no decreto do Ministério, que listou a mineração como uma atividade essencial.


ASSISTA NA ÍNTEGRA; E INSCREVA-SE NO CANAL.


Plantão 24horas News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search