[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Coordenadora do Samu esclarece dúvidas quanto ao trabalho de atendimento da equipe em casos suspeitos de Covid-19, em Itaituba

Aumentou em mais de 40% o número de atendimento de suspeitos de Covid-19 desde o início da pandemia. Segundo a Coordenadora do Samu, Maria Antônia, os pacientes com suspeita da doença ligam para o serviço, são entrevistados através de perguntas que avaliam o baixo, médio ou alto risco de probabilidade da doença. Então uma equipe é deslocada para a residência do paciente com os equipamentos necessários. 
Base do Samu em Itaituba. Foto: Weslen Reis/Plantão

A Coordenadora pede à população para ter calma na hora em que o trabalho é realizado pela equipe. “Às vezes a gente tem dificuldade, porque quando a gente começa a fazer as perguntas, tem pessoas que colaboram, e outras que são mais resistentes. Então eu sempre explico que essas perguntas são muito importantes para que a gente as classifique dentro desse risco pra Coronavírus”, informou Maria Antônia.

Diante das perguntas ao paciente, muitos perguntam se a equipe do Samu faz o teste para o Coronavírus, e a Coordenadora esclarece que o Samu não realiza o teste do Coronavírus. Maria Antônia diz que há pessoas que ligam querendo fazer o exame; ligações que não fazem parte do protocolo de atendimento do Samu. Ela ainda informa que o trabalho do Samu é apenas de transportar a vítima. 

Plantão 24horas News, com informações da repórter Yngridy Barreto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search