[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Weliton Lima retorna aos seus comentários semanais, abordando temas sobre as consequências da Covid-19, em Itaituba

Weliton Lima, comentarista do Jornal Focalizando, retornou hoje, quinta-feira (7), aos seus trabalhos de comentarista, mas, dessa vez, de um lugar diferente, de sua casa. Em seu comentário desta quinta-feira (7), ele fala da força como a pandemia está chegando à cidade. E que agora pouco adianta ficar apontando culpados para o aumento da Covid-19 em Itaituba, e que a solução é manter o distanciamento social.
Jornalista Weliton Lima, em sua residência

Weliton reitera que é preciso intensificar as barreiras sanitárias, para evitar que pessoas infectadas cheguem a Itaituba e disseminem o vírus. 

O comentarista critica as pessoas que ainda insistem a se exporem a esse vírus. Participando de festas, bebedeiras e provocando aglomerações desnecessárias. “Essas pessoas, na maioria jovem, precisam entender que o sistema de saúde do município é precário, e que não tem condições de atender uma alta demanda de pacientes ao mesmo tempo”.

Em relação à ameaça do Prefeito Valmir Climaco de proibir a realização da feira livre da 16º rua, o comentarista do Jornal Focalizando deixa claro sua opinião, “a feria livre é uma atividade essencial para a população, e as aglomerações podem ser evitadas com a fiscalização da Vigilância Sanitária, o uso obrigatório de máscara e o aumento do distanciamento entre as barracas, retirando os vendedores de produtos não essenciais, que são a maioria dentro da feira”. 

E por fim, fala sobre a solidariedade das pessoas diante dessa pandemia. O que abrange associações, empresários e pessoas anônimas, que estão levando um pouco mais de conforto para quem está passando necessidade. “E nesse momento, a solidariedade não é um gesto de bondade, mas sim uma obrigação”.

Plantão 24horas News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search