COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Morre em Belém o empresário Armando Adhemar Núñez Miqueiro

Informações dão conta de que o empresário estava doente e fazia tratamento na capital do estado.

Armando Adhemar Núñez Miqueiro. Foto: Jota Parente

Morreu na capital do estado no fim da tarde deste domingo (17), Armando Adhemar Núñez Miqueiro. Era casado, pai de três filhos, natural de Montevidéo- Uruguay e nacionalizado brasileiro em 1982. Chegou ao Estado do Pará na década de 70, tendo a oportunidade de participar da inauguração da transamazônica. Logo em seguida fixou residência em Itaituba, sudoeste do Pará, onde coordenou o movimento ‘S.O.S Tapajós’ de 96 a 99, desenvolvendo trabalhos sociais junto as crianças carentes. Participou da delegação técnica enviada à Europa em 1995, pela Secretaria de Agricultura do Estado do Pará, para seleção de gado de leite a ser importado pelo estado.

Preocupado com o desenvolvimento das atividades agropecuária da região, implantou o ‘Sistema Rotacionado de Pastagem’ em Itaituba.

Armando era micro empresário no ramo de lacticínios (indústria Danandinho) também atuou como produtor rural da agricultura familiar, em Itaituba. Pioneiro na implantação de inseminação artificial no município, Miqueiro realizou trabalhos ecológicos e ambientais, recuperando áreas degradadas, além de ser palestrante em cursos de sistemas agropastoris.

No ano de 2011, Armando Miqueiro foi reconhecido pela Assembléia Legislativa, com o título de Cidadão Paraense. A honraria é concedida às pessoas que participaram de alguma forma no desenvolvimento do estado do Pará.

Nossa reportagem, apura as causas da morte, mas foi descartada por Covid-19, as últimas informações dão conta de que ele já vinha doente e fazendo tratamento em Belém.

Portal OnNews

Um comentário

  1. Infelizmente essa doença está acabando com nosso povo. Foi o covid 19 que levou meu pai. Cuidem-se. O momento é de cautela total

    ResponderExcluir

Start typing and press Enter to search