COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Comitê de crise vota pela decretação de lockdown em Santarém, no Pará

O aumento da procura pelos serviços de saúde e a diminuição do número de leitos disponíveis para atendimento de casos suspeitos e confirmados de covid-19, aliados ao baixo índice de isolamento social, fizeram o Comitê de Crise tomar a decisão pela decretação de lockdown em Santarém, oeste do Pará, pelo prazo inicial de 10 dias.

Comitê de crise durante reunião em Santarém, no Pará — Foto: Sandro Vaughan/TV Tapajós

A decisão foi tomada na manhã deste sábado (16), durante reunião de emergência na Prefeitura de Santarém e teve todos do Comitê a favor da decretação.

O prefeito Nélio Aguiar (DEM) ressaltou que o governador do estado será informado sobre a decisão e deve inserir Santarém no decreto estadual. Os órgãos estaduais devem auxilar nas fiscalizações, pois apenas os serviços essenciais poderão funcionar neste período.

"O sistema de saúde de Santarém já está colapsado, pois há pessoas esperando por leitos de UTI e no Hospital Regional não tem, está tudo lotado. As pessoas devem ter a justificativa para sair de casa e só os serviços essenciais deverão funcionar", disse o prefeito.

O prefeito ressaltou ainda que o decreto deve iniciar na segunda-feira (18) ou terça-feira (19) e que tudo dependerá do retorno do governador.

Neste sábado, há 19 pessoas na fila para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em Santarém, e mais três pacientes de Juruti, totalizando 22 pacientes e não há leito disponível no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), unidade de referência para os casos mais graves de covid-19.

De acordo com boletim da UPA 24h, unidade que é porta de entrada para pacientes com suspeita ou confirmados de covid-19 em Santarém, na madrugada deste sábado foram atendidas 52 pessoas com sintomas de coronavírus. Desse total, 37 são novas notificações, os demais já haviam sido notificados.

No isolamento 1, da UPA, há 8 pacientes com quadro delicado. No isolamento 2 e 3, há 20 pessoas internadas. O isolamento pediátrico não tem nenhuma criança em observação.

No período noturno, quatro pacientes foram transferidos para o Hospital de Campanha de Santarém.

G1 Santarém

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search