COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Cinco funcionários da empresa Serabi Gold testam positivo para o Coronavírus, em Itaituba.

A informação foi divulgada neste sábado (16) pela empresa mineradora Serabi Gold. Os dois primeiros casos foram divulgados de manhã, os outros três foram confirmados por volta de 15h30 desta tarde
Mineradora Serabi Gold. Foto: Divulgação/Serabi

De acordo com as primeiras informações passadas por Artur Alves, gerente de sustentabilidade da mineradora, os dois primeiros confirmados são dois homens, um de 31 anos, morador da comunidade Jardim do Ouro, em Itaituba, que trabalha na mina Palito como motorista, e o outro de 43 anos, de Corumbá, no Mato Grosso do Sul, que trabalha na mina São Chico como supervisor  de operação de mina. Os três funcionários que foram confirmados nesta tarde trabalham na mina São Chico. No momento ainda não se tem mais  informações do setor de medicina sobre os três.

O diagnóstico dos dois primeiros citados foi realizado por meio de teste rápido e logo em seguida os infectados foram submetidos a uma tomografia. O procedimento  detectou no homem de 31 anos estágio leve da doença, e no de 43, estágio médio. Os dois estão sob cuidados médicos em uma clínica particular de Novo Progresso, que fica a uma hora e meia da mina.

Em áudio enviado para a gerente de Recursos Humanos da empresa, que tem realizado um constante acompanhamento, a  esposa do infectado de 43 anos afirma que o marido apresenta melhoras e que já  está  conversando bem melhor, o que a deixa mais tranquila.  

Artur Alves afirmou ainda que outros seis funcionários que tiveram contato com os infectados estão isolados em alojamento da empresa. A atitude, segundo o gerente, é uma forma de pensar não só no bem dos funcionários, mas também nos familiares. " Não podemos deixar uma pessoa que está com suspeita do vírus ir pra casa, isso seria uma atitude irresponsável ", falou. 

Artur Alves, gerentede sustentabilidade. Foto: Pessoal 

A empresa já tem 300 testes rápidos, que 
deverão ser enviados para as minas e mais 400 testes devem chegar. Um novo médico também foi contratado para monitorar os funcionários. Entre outras medidas de prevenção, estão a de  manter os ambientes mais ventilados e também a redução de pessoas no refeitório. Além disso, os funcionários são aconselhados a não saírem. 

O gerente afirmou que 201 funcionários estão com contrato suspenso. Isso porque devido ao protocolo de segurança adotados em cumprimento à Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde,  Governo Estadual e Municipal, a empresa não pode fazer com que os funcionários voltem para a mina de qualquer jeito. É preciso que eles façam testes e que seja cumprido o isolamento. 

Plantão 24horas News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search