[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Após descumprir recomendação, dupla flagrada em embarcação vinda de faro deve ficar isolada, em Santarém

No início da tarde desta quarta-feira (13), um homem e uma mulher foram pegos em uma embarcação vinda do município de Faro, no oeste do Pará, onde deveriam cumprir o distanciamento social expedido pela Prefeitura Municipal. A denúncia foi feita pelo Ministério Público a Vigilância Sanitária.

Homem e mulher foram conduzidos para Seccional de Polícia Civil em Santarém — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Os dois deveriam cumprir a medida por terem tido contato com uma pessoa que testou positivo para Covid-19. Segundo o fiscal da Vigilância, Mauricio Figueira, eles não poderiam nem ter saído da cidade.

“Quando chegamos ao local, o barco estava lá. Eles foram encaminhados aos processos legais de vigilância sanitária e expedimos o documento que prevê que devem cumprir os 14 dias de quarentena, aqui em Santarém. Eles devem ficar isolados na embarcação mesmo e não poderão sair de lá”, disse.

Os dois, um homem, que é dono da embarcação, e uma mulher, que trabalha como tripulante, assinaram o termo de “controle do viajante”, onde eles se comprometem a cumprir o isolamento para poder sair da cidade legalmente.

De acordo com o delegado de Polícia Civil, Thiago Rabelo, os tripulantes dessa embarcação estavam em isolamento, depois que um deles testou positivo para Covid-19. “O barco tinha que ficar em isolamento, por pelo menos 14 dias, atracado. Ontem, que completou 7 dias, eles saíram de Faro rumo a Santarém, chegando no município de Terra Santa, não encostou, mas o dono foi de voadeira buscar essa mulher que trabalha no barco”, explicou.

O barco ficou detido no porto e os dois, no momento da apresentação na delegacia, apresentavam mais de 37 graus de temperatura corporal, que é um dos sintomas de contaminação por coronavírus.

“Fizemos um TCO, e eles dois foram apenas citados, não foi pego o depoimento devido a situação deles. É difícil ficar vigiando um barco desse, mas a embarcação e eles dois vão ser monitorados”, ressaltou o delegado.


G1 Santarém

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search