[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Pará cai para a 6º posição no ranking de isolamento social, mas mantém média acima dos 50%

O Pará foi para a 6º colocação no ranking nacional de isolamento social no último sábado (25), mas aumentou a média do final de semana para faixa de 53,23% da população recolhida em suas casas, respeitando as recomendações da quarentena em combate ao novo coronavírus. Os dados foram divulgados neste domingo (26), pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de I
nteligência e Análise Criminal (Siac).

Na última sexta-feira (24), o Estado atingiu a 5º colocação no ranking, porém ficou na média dos 52% de isolamento, mas ainda assim mantém a posição entre os dez com melhores índices de distanciamento social.

“Continuamos nos mantendo entre os dez melhores estados porém ainda abaixo do que é exigido pela OMS que é 70% da população mantendo o distanciamento social. A nossa população precisa ter  consciência, especialmente nesse dias em que estamos vivendo momentos de crise na saúde pública do Estado em razão da proliferação do vírus. Para conter esse avanço, contamos com a população para que a gente possa cada vez mais chegar próximo do nível recomendado para o distanciamento social”, explicou o secretário de Segurança Pública do Estado, Ualame Machado.

Municípios – De acordo com o levantamento, ao analisar as cidades paraenses, os três melhores índices de isolamento, ou seja, onde as pessoas passaram mais tempo em casa, estão nos municípios de Tracuateua  (81,4%), Santa Cruz do Arari (72,8%), e São Caetano de Odivelas(70%). Já os municípios com piores índices são Brejo Grande do Araguaia (35,5%), Primavera (36,3%) e Rio Maria (38,5%).

Descentralização – Os municípios de Marabá, Santarém e Breves, onde a população já conta ou contará com Hospitais de Campanha para receber pacientes da covid-19, a taxa de isolamento esteve, na sexta-feira (24), com 46,8%, 45,4% e 58,2%, respectivamente.

Belém e Ananindeua
Em Belém, incluindo os distritos, os bairros que mais respeitam o distanciamento social, onde a exposição de pessoas nas ruas foi menor foram os bairros do Una (77,2%), Águas Lindas (72,9%) e Murubira  (72,6%). Já os bairros onde as pessoas desobedeceram à recomendação de ficar em casa, registrando um baixo índice de distanciamento, foram: Pratinha (31,8%), Paracuri (41,3%) e Tenoné (42,9%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Coqueiro (68,2%), Jadertândia  (69%) e Atalaia (72,8%). Já os piores índices foram observados nos bairros Júlia Seffer (40,2%), Aurá (47,3%) e Icuí (47,5%).

No último sábado(25), a capital paraenses registrou índice de 55,8% e Ananindeua  57,7%.

Índices de isolamento por bairro em Belém no sábado(25):
Melhores:
  • Una 77,2%
  • Águas lindas 72,9%
  • Murubira 72,6%
Piores:
  • Pratinha 31,8%
  • Paracuri 41,3%
  • Tenoné 42,9%
Índices de isolamento por bairro em Ananindeua no sábado(25):
Melhores:
  • Atalaia 72,8%
  • Jardelandia 69%
  • Coqueiro 68,2% 
  • Piores:
  • Julia seffer 40,2%
  • Aurá 47,3%
  • Icuí 47,5%
Agência Pará 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search