[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Corpo de uma das vítimas do naufrágio no Amapá é liberado para ser sepultado, em Santarém

Com os decretos do Governo do Estado do Pará as viagens interestaduais estão suspensas, mas foi liberado o transporte do corpo de Ana Clara Costa da Silva, de 25 anos, uma das últimas vítimas encontradas do naufrágio no Amapá, para ser sepultado em Santarém, no oeste paraense.

O corpo de Ana Clara chegou na manhã desta sexta-feira (10). Foto: Reprodução redes sociais

Os corpos das últimas vítimas foram encontrados após a reflutuação da embarcação. O corpo de Ana Clara chegou na manhã desta sexta-feira (10) e foi sepultado no mesmo dia. Uma aeronave do governo do Pará realizou o transporte da vítima que estava no estado do Amapá.

Segundo os familiares, a vítima foi uma das últimas a ser encontrada, os corpos dela e do esposo estavam dentro de um camarote do navio Anna Karoline III. Os dois pretendiam morar em Santarém, cidade de origem de Ana Clara.

De acordo com informações de familiares, o corpo de Alailson Conceição, o esposo de Ana Clara, será levado pela família para ser sepultado no Maranhão, cidade de origem dele.

O acidente

O Anna Karoline III saiu por volta das 18h do dia 28 de fevereiro, do porto de Santana, no Amapá. A viagem entre as duas cidades dura, em média 36 horas. A previsão de chegada em Santarém era às 6h do domingo, 1º de março.

Mas a viagem foi interrompida na madrugada de sábado, próximo à Ilha de Aruãs e à Reserva Extrativista Rio Cajari, no Rio Amazonas, numa região a 130 km de Macapá, em um local de difícil acesso e comunicação.

O chamado de socorro foi feito pelo comandante às 5h, e o primeiro resgate só chegou ao local por volta das 14h do dia 29 de fevereiro. O que motivou o naufrágio ainda é uma pergunta sem resposta, mas as suspeitas apontam para o excesso de carga.
O navio está sendo rebocado para o município de Santarém onde passará por perícia.

G1 Santarém 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search