COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Ações dos órgãos ambientais voltam a preocupar trabalhadores da região garimpeira do Tapajós.

Fotos  feitos por garimpeiros mostram maquinas, barracos e equipamentos queimados pelos órgãos ambientais em operações de fiscalização na região do Tapajós.

Equipamentos, barraco e máquinas queimadas. Foto: Whatsapp

Procurado pala reportagem o presidente da AMOT, associação dos mineradores de ouro do Tapajós, lamentou a atuação do IBAMA na região e atribuir a ilegalidade a burocracia  do governo próprio governo federal.

Léo Rezende disse também que o governo federal tem interesse em legalizar a atividade mineral da região, mas está engessado pelo congresso nacional.  

Hoje cerca de 70% da economia do município de Itaituba é resultado da mineração e com a falta de legalização e a destruição de equipamento acaba refletindo na economia da cidade.

Plantão 24horas News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search