[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O SEU SITE DE NOTÍCIAS DE ITAITUBA E REGIÃO!

PRF apreende veículo furtado na rodovia transamazônica, em Itaituba

No dia 10/02/2020, por volta das 17:30, na BR 230, KM 1.111, Sentido Decrescente, Município de Itaituba/PA, durante fiscalização no perímetro urbano, em frente ao Aeroporto, a equipe do Grupo de Policiamento Tático da 5ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal, abordou o veículo Fiat Strada, cor vermelha, placa aparente QBL-1945, supostamente registrado no município de Cuiabá/MT.


Ao proceder a consulta aos sistemas verificou-se haver divergência quanto ao município de registro do veículo constante na tarjeta da placa (Cuiabá/MT) em contraposição ao sistema (Corumbiara/RO).


O veículo era conduzido pelo Sr. Ildelblane Crispim da Silva, já devidamente qualificado nos autos. Durante os procedimentos a equipe observou que alguns elementos identificadores haviam sido suprimidos. Ato contínuo, foi realizada uma vistoria minuciosa, sendo que, após verificação e consulta aos sistemas pelo número do motor foi possível identificar o veículo original: FIAT/STRADA TREK CD 1.6, cor vermelha, Ano/Modelo 2015/2016, placa QBK-2620, Chassi 9BD57835TGB043500, motor 310A50112869315, registrado no município de Cuiabá/MT, em nome de Ricardo José da Silva Siqueira de Farias, com ocorrência  de furto, registrada pelo Sr. Ricardo José da Silva Siqueira de Farias, no dia 11/09/2017, no município de Cuiabá/MT. 

Questionado sobre a procedência do veículo, Ildelblane afirmou que adquiriu de uma pessoa desconhecida no município de Itaituba pelo valor de R$ 30.000,00 (trinta mil reais). Desta feita, diante da configuração, em tese, do crime de receptação (art. 180 CP), o condutor do veículo foi conduzido e apresentado à Polícia Judiciária para os procedimentos legais. Registra-se que não foi necessário o uso de algemas em razão da ausência dos requisitos legais que a autorizam, nos termos da Súmula Vinculante n.º 11 STF e Decreto 8.858/16.

Fonte: 5ªDPRF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search