[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O SEU SITE DE NOTÍCIAS DE ITAITUBA E REGIÃO!

Construído em 10 dias, hospital recebe primeiros pacientes com coronavírus na China

Os primeiros pacientes com o novo coronavírus chegaram nesta segunda-feira (3) ao hospital que foi construído em 10 dias em Wuhan, cidade chinesa onde começou a epidemia. Chamado Huoshenshan, o hospital possui 1.000 leitos.

Veja a situação do vírus até a manhã desta segunda-feira (3):

A mídia estatal informou que os pacientes chegaram às 10h (horário local) ao hospital, mas não foram divulgadas identidades ou o estado de saúde dos pacientes, de acordo com a agência Associated Press.

A estrutura de 25 mil metros quadrados começou a ser construída no dia 23 de janeiro. O canteiro de obras foi ocupado por cem tratores e quatro mil trabalhadores que se revezaram em três turnos de trabalho, de acordo com a agência Xinhua.

Hospital de Huoshenshan tem 25 mil metros quadrados e começou a ser construído no dia 23 de janeiro — Foto: Chinatopix/AP
Um segundo centro médico, o Leishenshan, com capacidade para 1.500 leitos, está em construção e deve ser inaugurado nos próximos dias.

Cerca de 50 milhões de pessoas estão impedidas de deixar Wuhan, que é capital da província de Hubei, e cidades vizinhas. Até o momento, mais de 360 pessoas morreram e mais de 17 mil foram infectados em diferentes partes do mundo.

Na quinta-feira (30), em meio à crise, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou emergência internacional.

A ala militar do Partido Comunista, o Exército de Libertação do Povo, enviou 1,4 mil médicos, enfermeiros e outros funcionários para o novo hospital. Segundo o governo, parte desse efetivo trabalhou no combate à epidemia da síndrome respiratória aguda grave (SARS), que deixou mais de 900 mortos entre 2002 e 2003. Nessa ocasião, o governo construiu um hospital em Pequim em uma semana.

Corredor do hospital temporário de Huoshenshan em Wuhan, no centro da China — Foto: Chinatopix/AP
Como é possível uma construção tão rápida?

O governo chinês usa construções pré-fabricadas para abrigar as centenas de leitos. Módulo a módulo, os hospitais vão sendo montados a partir das peças que chegam das fábricas ou de depósitos.

Grupo trabalha na terça-feira (28) em local onde será montado hospital Huoshenshan, em Wuhan, na China, para receber pacientes com o novo coronavírus — Foto: Chinatopix via AP
Imagens da emissora estatal chinesa CGTN mostraram dezenas de tratores nivelando o solo para receber os blocos pré-fabricados. Enquanto os primeiros módulos eram montados, operários preparavam a rede elétrica do novo local.

G1 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search