[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O SEU SITE DE NOTÍCIAS DE ITAITUBA E REGIÃO!

Alerta global: Mortes por Coronavírus chega a 361 e infectados ultrapassa os 17 mil

Subiu para 361 o número de mortes causadas pelo coronavírus na China. Neste domingo (2), foram confirmadas 56 novas vítimas na província de Hubei, epicentro da epidemia, e uma na cidade de Chongqing.

Agora, são 350 mortes em Hubei e 11 em outros locais da China. O número de pacientes infectados passa de 17 mil no país.

Representatividade da realidade na China. Uso de máscaras é fundamental para se proteger do vírus.
Além da China, mais de 20 países registram casos da doença respiratória provocada pelo novo vírus, e neste domingo (2) o governo das Filipinas informou a primeira morte fora do território chinês.

Brasil

Ministério da Saúdeinformou neste domingo que o Brasil segue com 16 casos suspeitos. Nenhum foi confirmado.

Metade dos pacientes está em São Paulo. Há suspeitas também no Ceará (1), Paraná (1), Santa Catarina (2) e Rio Grande do Sul (4).
Outros dez casos foram descartados: Minas Gerais (1), Rio de Janeiro (1) , São Paulo (2), Paraná (1), Santa Catarina (2) e Rio Grande do Sul (3).

Resgate de brasileiros

Um grupo de brasileiros que está em Wuhan, cidade onde foram registrados os primeiros casos,deve ser repatriadonos próximos dias, segundo o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Eles divulgaram um vídeo no qual pediam ajuda para deixar o país, onde estão vivendo sob isolamento.

Infecções mais rápidas

Os casos do novo vírus, que ganhou o nome 2019-nCoV, estão se espalhando mais rápido, mas matam menos do que os da SARS, que causou um surto na China entre 2002 e 2003, e do H1N1, que levou a uma pandemia em 2009 e continua fazendo vítimas.

A Sars levou à morte 916 pessoas e contaminou 8.422 durante toda a epidemia (2002 a 2003). A taxa de letalidade é de 10,87%. Isso representa quase 11 mortes a cada 100 doentes. Os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Quanto ao vírus do H1N1, o número de pessoas que morrem é maior. Em 2019, somente no Brasil, 796 pessoas morreram com H1N1 e 3.430 foram infectados. Ou seja, a gripe matou 23,2% dos pacientes internados no Brasil com sintomas, ou 23 a cada 100 doentes.

No dia 30, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que os casos do coronavírus 2019 n-CoV são uma emergência de saúde pública de interesse internacional.

Recomendações

Os especialistas recomendam a “etiqueta respiratória” para evitar a transmissão: cobrir a boca com a manga da roupa ou braço em caso de tosses e espirros e sempre lavar as mãos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomenda que os serviços de saúde adotem protocolos de prevenção antes, durante e depois da chegada do paciente, com desinfecção e ventilação de ambientes.

Para quem trabalha em pontos de entrada no país, como aeroportos e fronteiras, é recomendado o uso de máscaras cirúrgicas.


Caso haja algum caso suspeito em aviões, navios e outros meios de transporte, é recomendado usar máscara cirúrgica, avental, óculos de proteção e luvas. A inspeção de bagagens deve ser feita com máscara cirúrgica e luvas.

G1 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search