COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Morre em Santarém funcionário da Rodonave que sofreu AVC em Itaituba

Batistinho Pereira da Silva, de 37 anos, funcionário da empresa Rodonave Navegações há 10 anos, morreu por volta das 23h30 desta quarta-feira (29) no hospital Municipal de Santarém. A informação foi confirmada nesta manhã pela filha da vítima. 

Batistinho foi internado no hospital Municipal de Itaituba - HMI na manhã da última sexta-feira (24), após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) enquanto trabalhava. Pela equipe médica, ele foi diagnosticado com coágulo no cérebro, o que agravou mais seu quadro clínico.

Batistinho Pereira da Silva, 37 anos, não resistiu e morreu.
Diante da gravidade, era necessário Batistinho ser levado para a UTI de Santarém, no entanto, não havia leito disponível, o que atrasou ainda mais o tratamento. Após três dias, ele foi encaminhado com urgência para o Pronto Socorro Municipal de Santarém por volta das 15h30 da última terça-feira (28) respirando com ajuda de aparelhos, em estado grave de saúde. 

Amigos, colegas de trabalho e pessoas que conheciam “Batistinha”, como era mais conhecido, deixaram mensagens de consternação em apoio à família neste momento de tamanha tristeza pela perda.

Empresa Rodonave no cenário 

O grande estopim que originou revolta de familiares, amigos, população do Distrito e até mesmo de funcionários da empresa, foi a não prestação de assistência da mesma, com o funcionário Batistinha, visto que o acidente seu deu no exercício de suas atividades laborais. 


Em conversa com a filha da vítima, Ana Lúcia, ela contou que um colaborador do setor financeiro da empresa, o Sr. Gabriel, teria ido até o hospital, uma vez tendo conhecimento do ocorrido, no entanto, não teria deixado nada de concreto quanto ao que a empresa faria por ele, em questões médicas.

“O seu Gabriel, que sempre vem pra fazer o recolhimento do dinheiro, ele foi no hospital. Mas como o meu pai bebia, então eles disseram que ele tava assim por conta disso. Agora o seu Zumir, que é o gerente da empresa, nunca se pronunciou ou algo do tipo”, contou.

Manifestação 

Na manhã desta segunda-feira (27), as três balsas que são responsáveis pela travessia de centenas de veículos por dia, bem como também de várias pessoas, foram paralisadas por familiares, amigos, colegas de trabalho e várias pessoas que se sentiram revoltadas com o caso do funcionário Batistinha da empresa Rodonave Navegações.

Conforme informações repassadas por uma moradora do Distrito que está no local, ela afirmou que inexiste data e horário para a liberação do tráfego no local, até que haja um posicionamento incisivo da empresa.


Todos os funcionários da empresa também paralisaram suas atividades, e tomaram posição de apoio ao colega de trabalho.

“Eles só vão voltar a trabalhar quando ele for tirado do municipal. Enquanto isso, a empresa não fizer nada, eles vão continuar sem trabalhar na Rodonave. Se caso a empresa mandar outros funcionários, eles vão tomar outras medidas pra que a balsa não opere”, disse a moradora e apoiadora da causa.

Nota divulgada pela empresa 

A empresa Rodonave Navegações vem a público esclarecer a toda sociedade sobre os eventos relacionados ao funcionário Batistinho Pereira da Silva, que passou mal durante o trabalho e foi encaminhado ao hospital Municipal de Itaituba. 

O funcionário Batistinho não sofreu nenhum acidente do trabalho, não aconteceu qualquer fato relacionado ao seu trabalho que pudesse afetar a sua saúde. Informações médicas colhidas no hospital dão conta que o quadro do nosso colaborador é de Acidente Vascular Cerebral – AVC.

Ele está no hospital municipal de Itaituba, respirando com a ajuda de aparelhos, sendo monitorado e aguarda uma vaga em uma Unidade de Terapia Intensiva – UTI na cidade de Santarém para poder ser removido.

Informações do hospital municipal também dão conta que a remoção do Batistinho deve ser feita por via aérea. E que, em função do seu estado, não é recomendado que ele faça viagens longas.


A empresa se comprometeu a ajudar a família com o transporte aéreo, com assessoria jurídica para, junto com o Ministério Público, pleitear um Mandado de Segurança para atendimento imediato em uma UTI. Estamos mantendo contato com familiares, buscando apoio junto a autoridades para que a vaga na UTI seja disponibilizada o mais breve, entretanto isso não depende da empresa, mas do Poder Público. Nos unimos a família e todos aqueles que conhecem o o Batistinho, em oração a Deus pela sua recuperação.

Plantão 24horas News 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search