[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
pará
Polícia Federal
Polícia Militar
politica
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
Saúde
traficante
Traficantes

Literatura de cordel sobre saúde mental ganha selo da Ioepa

A temática depressão e todas as implicações da doença que acomete mais de 300 milhões de pessoas no planeta foram transcritas na literatura de cordel “Saúde Mental”, do poeta João de Castro Ribeiro. A obra tem 16 páginas com 47 versos que destrincham o assunto e ganhou o selo da Imprensa Oficial do Estado (Ioepa), com a impressão de dois mil exemplares.
Foto: Eduardo Rosas

 “Sempre fiz os cordéis voltados para questões sociais. Considerando que a depressão é de fato uma doença, me voltei para toda essa questão sobre saúde mental que é muito séria”, disse o cordelista nordestino, que vive no Pará desde 1972.
Foto: Eduardo Rosas

Atual vice-presidente da Academia Paraense de Literatura de Cordel, João de Castro Ribeiro conta que resolveu trabalhar a temática na literatura de cordel por ser uma linguagem muito acessível e que pode ser de fácil interpretação para os estudantes. “Nós sabemos, sem exagero nenhum, que o incide de suicídio é muito alto, não só no meio escolar, mas principalmente em toda a sociedade”.
Foto: Eduardo Rosas

Um caso de depressão na família motivou o poeta a pesquisar mais sobre o assunto e escrever a obra, que também ganhou embasamento de profissionais da Universidade Federal do Pará. O livro será distribuído entre os professores para trabalharem ações de leitura e interpretação da literatura de cordel entre os alunos do ensino fundamental e médio e também no espaço acadêmico. 

Segundo o presidente da Imprensa Oficial do Estado, Jorge Panzera, trata-se de uma obra importante e que merece apoio do Governo do Pará, sobretudo pelo caráter informativo da temática e, “por estamos no mês da campanha ‘Janeiro Branco’, em que devemos intensificar ações de conscientização para a população sobre a importância de cuidar da saúde mental”, concluiu.

O assessor da Diretoria Industrial da Ioepa, Fabrício Piani, destaca o caráter popular da linguagem nordestina proposta na literatura de cordel para tratar de um assunto importante para a sociedade paraense. “Essa facilidade de leitura, por meio dos versos do cordel, é muito interessante para se difundir uma situação comum nas instituições públicas e nas famílias, que é o processo de depressão, essa doença mundial que nos acomete na correria de tempo e no nosso dia a dia”.

Participe do grupo de WhatsApp do Plantão Clicando AQUI 

Julie Rocha - Ascom/Ioepa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search