[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O SEU SITE DE NOTÍCIAS DE ITAITUBA E REGIÃO!

Aprovação em processo seletivo em troca de sexo: professor é indiciado em Belterra-PA

O delegado de Polícia Civil de Belterra, no oeste do Pará, William Richer Fonseca concluiu esta semana o inquérito que apurou corrupção passiva e fraude em processo seletivo para escolha de conselheiros tutelares. No inquérito, um professor da rede municipal foi indiciado por ter tentado negociar a aprovação de um candidato em troca de sexo.

A polícia tomou conhecimento da tentativa de fraude no dia 4 de agosto de 2019. A denúncia dava conta de que o professor Arcivando Nonato Porto de Freitas, conhecido como Nonato, da rede municipal de ensino de Belterra e Santarém, que na época dos fatos era presidente da comissão do processo de escolha para conselheiro tutelar de Belterra, teria oferecido a prova do certame a determinado candidato em troca de favores sexuais, colocando em risco a credibilidade do certame público.

Delegacia de Belterra, no oeste do Pará — Foto: Reprodução/TV Tapajós
Segundo a polícia, durante as investigações ficou comprovado que o professor teria se aproximado do candidato e dito que conseguiria aprová-lo com 100% de acertos no exame em troca de sexo.
Com a divulgação do episódio pela mídia local, o processo seletivo foi suspenso, uma vez que a credibilidade do certame havia sido comprometida.

Ainda de acordo com a polícia, na condição de presidente da comissão do processo seletivo o professor elaborou a prova e, se utilizando dessa facilidade, assegurou ao candidato 100% de acertos na prova, o que ficou provado na transcrição de um vídeo encaminhado pela vítima em pendrive.

Durante as investigações, o professor Arcivando Nonato compareceu na delegacia ao ser intimado pela polícia, mas preferiu permanecer em silêncio.

O delegado William Richer informou que o inquérito será encaminhado ao Fórum da Comarca de Santarém na segunda-feira (13), para que o Ministério Público seja ouvido e então se manifeste pela denúncia ou não do professor indiciado.

G1 Santarém 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search