[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

Professor de 44 anos é preso após estuprar aluna de 10 anos em escola de Santarém


Um professor de 44 anos foi preso na noite de sexta-feira (25) em Belterra, no oeste do Pará, suspeito de estuprar uma aluna de 10 anos. Na Seccional Urbana de Polícia Civil de Santarém, o professor confirmou em entrevista à TV Tapajós, que realmente abusou da criança dentro da sala de aula quando os dois estavam sozinhos na hora do recreio.

Sede da Secretaria de Educação de Santarém, no Pará — Foto: Geovane Brito/G1/Arquivo
Durante a entrevista, Luís Alberto Delgado de Almeida disse que é casado e que tem filhas, e que se um homem abusasse de delas, ia fazer o mesmo que os pais da aluna que ele estuprou: procurar seus direitos. "Eu abusei dela quando ficamos sozinhos na sala. Foi só essa vez", disse.

O caso chegou ao conhecimento da polícia de Belterra por meio de denúncia dos pais da vítima. Segundo relatos da mãe, ao chegar em casa, a criança brincou normalmente, depois foi tomar banho. Ao sair do banheiro, a mãe foi recolher as roupas da criança e notou que a calcinha estava suja de sangue. Ela então questionou a criança sobre o que havia acontecido, a filha inicialmente não queria falar, mas acabou revelando que havia sido abusada pelo professor, e que seria a segunda vez.

O crime teria ocorrido por volta das 15h, dentro de uma das salas de uma escola municipal na comunidade Cedro, em Santarém, onde a criança estuda, quando o professor deixou que os demais alunos saíssem para o recreio e impediu que a vítima saísse. O abuso sexual teria ocorrido em cima da mesa do professor.

Luís Alberto foi preso por volta das 21h30, e ao ser questionado pela polícia, em Belterra, negou que tivesse cometido o crime. Ele foi apresentado na 16ª Seccional de Polícia Civil, em Santarém, onde foi autuado em flagrante e ficará à disposição da Justiça.

De acordo com o delegado Lucivelton Santos, a criança já foi submetida a exame sexológico, mas ele ainda não recebeu o laudo. Quanto ao professor, ele passará por audiência de custódia e caberá ao juiz manter ou não a prisão.

O professor é contratado pelos municípios de Belterra e Santarém por meio de processos seletivos para ministrar aulas para alunos do ensino fundamental.

Após a prisão do professor Luís Alberto, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) emitiu nota oficial informando que já tem conhecimento sobre o caso e que o professor contratado por processo seletivo simplificado deve ser exonerado.

Nota da Semed

A escola Elinaldo Barbosa é um anexo da escola Tereza Neuma, que fica na zona rural de Santarém (planalto).

O professor realmente é lotado pela Semed através de PSS (Processo Seletivo Simplificado). Com o suposto crime ocorrido, ele é imediatamente exonerado.

A Semed reforça que se coloca à disposição para colaborar com as instituições para que as leis de proteção à criança e o adolescente sejam rigorosamente aplicadas.

G1 Santarém

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search