[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

Jovem Paraense de 23 anos está presa na Síria por integrar Estado Islâmico


A jovem paraense Karina Ailyn Raiol Barbosa, de 23 anos, que estava desaparecida, desde o ano de 2016, após embarcar para o Oriente Médio, foi identificada como uma das mulheres do Estado Islâmico detidas em um campo de prisioneiros controlados pelas milícias curdas no Norte da Síria.

Foto: Reprodução 
De acordo com a reportagem, assinada pelo jornalista Yan Boechat, Karina, que cursava o curso de Comunicação Social na Universidade Federal do Pará, está presa junto com seu filho, que teria entre um e dois anos de idade, em uma  área destinada apenas às mulheres estrangeiras que se juntaram ao califado, criado pelo líder iraquiano Abu Bakar Al Baghdadi, em uma vasta região entre a Síria e o Iraque.

As autoridades curdas, que controlam o campo onde Karina e seu filho estão detidos, afirmam que outras seis mulheres de nacionalidade brasileira também estão presas, com um número não definidos de crianças

O Desaparecimento

Em abril de 2015, Karina,  comunicou aos pais o desejo de se converter ao islamismo. A vontade se concretizou tempos depois, em junho do mesmo ano. Ela adotou os costumes da religião, como a vestimenta típica, passando a utilizar o hijab (véu que cobre o rosto das adeptas do Islã), além de camisas de manga comprida, e calças junto com saia longa.

O dia 04 de Abril de 2016 marcou o início de uma história de angústia e desespero para uma família paraense. A estudante de jornalismo Karina, com 20 anos, despediu-se dos parentes e saiu de casa afirmando que iria para a universidade, como fazia diariamente. No entanto, a garota não retornou e, após buscas realizadas junto às autoridades, descobriu-se que a jovem teria saído do país com destino incerto.

A pior notícia veio no dia 05 de abril quando a Polícia Federal informou aos familiares que a jovem havia saído do país na manhã desse dia, às 5h14, pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. Segundo a polícia, a estudante utilizou um passaporte lícito para deixar o Brasil, documento que a família desconhecia que a estudante possuía.

Segundo nota encaminhada pela Polícia Federal, tanto o destino da brasileira, assim como o real motivo da viagem ainda são desconhecidos. A PF ainda informou que os depoimentos colhidos junto aos familiares de Karina foram enviados para a Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

Fonte: Diário Online (DOL) / Portal Yahoo Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search