[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

Homem armado invade cadeia e resgata três presos de alta periculosidade no munícipio de Novo Progresso


Um homem encapuzado e armado, invadiu na madrugada deste sábado (29), a Cadeia do município de Novo Progresso e resgatou três presos de alta periculosidade, por tráfico de drogas e homicídio. A ação aconteceu por volta das 3h30.

Foragidos.

Segundo informações apuradas, apenas um policial designado pela Susipe faz a segurança do local. No momento da invasão não tinha segurança por falta de contingente. 

Os presos resgatados foram identificados como Higor de Freitas Bispo, Lero Antonio de Sousa e Jhonny de Jesus Silva. Conforme informações, o criminoso entrou pelos fundos da cadeia e pulou o muro na área de circulação do prédio. 

Utilizando um alicate, ele estourou os cadeados das grades externas da cela e deram fuga aos comparsas. Segundo a fonte, o encapuzado possuía uma arma em punho, tipo pistola. Ele ainda teria perguntado aos demais detentos “se queriam fugir”, contudo, os mesmos preferiram permanecer, e somente três fugiram. Na sela que atearam fuga havia oito (8) presos, restou cinco(5).

A Polícia suspeita  e trabalha com a hipótese de que o homem que invandiu, se trata de Marcos, irmão de um dos detentos por nome Jhonny (vulgo Rei da Moleza ). As providências necessárias quanto à ação, já estão sendo tomadas, tanto para prender o invasor, quanto recapturar os detentos.

Foragidos

Os resgatados são considerados pela Polícia de Alta periculosidade. Higor de Freitas bispo, preso por trafico de drogas,  Lero Antonio de Sousa, preso por trafico de drogas e homicídio no estado de São Paulo  e  Jhonny de Jesus Silva, trafico de drogas




Estrutura da DEPOL de Novo Progresso é precária

A deficiência na Segurança Pública de Novo Progresso é notável como é no estado. O Governo do Estado prometeu abrir concurso público para novos agentes Prisional, no entanto, a situação da carceragem de Novo Progresso é muito precária e põe em risco os profissionais que ali trabalham.

A cadeia de Novo Progresso está abandonada e põem em risco quem ali trabalha para manter a segurança dos presos. Os agentes reclamam que a estrutura do prédio é altamente vulnerável e possui condições favoráveis a invasões e fugas. “O muro é praticamente dentro da cela; pulou, está na rua”, explica um dos policiais que não quis ter o nome revelado. 

Conforme relatos repassados, a cadeia de Novo Progresso não mantém condições nenhuma de um agente cuidar de tanto preso no município, o qual tem um índice de violência altíssimo, cárcere sempre lotado e é um risco muito grande um só agente fazer manobras de movimentação na cadeia, o que na verdade nem pode ser feito por um só. São pais de família arriscando sua própria vida nessa situação, concluiu.

A cadeia tem em média um contingente de 30 homens e cinco mulheres presas e somente uma mulher investigadora, um agente prisional por turno e um investigador.

Em Novo Progresso a Delegacia de Polícia Civil é composta por um Delegado, um Agente prisional, três investigadores e os servidores são fornecidos pelo município de Novo Progresso. Os agentes reclamam da falta de segurança e da estrutura do prédio que é altamente vulnerável e possui condições favoráveis a invasões e fugas.


Fonte: Folha do Progresso


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search