COLABORE COM NOSSOS AMIGOS PELUDOS!

Coordenação avalia como positiva o seminário realizado em Itaituba para discutir sobre a mineração na região do Tapajós

Devido a manifestação de um grupo de indígenas da etnia Munduruku contrário que tomou conta da entrada do espaço Português,  o seminário sobre a mineração na região do Tapajós foi transferido para a câmara municipal onde  a segurança foi reforçada pela policia militar.

Indígenas na porta do espaço português.
Foto: Weslen Reis

Por volta das 10:15hrs desta sexta-feira (27), iníciou o semanário na Câmara  Municipal  de Itaituba, e na mesa estavam autoridades locais como o Prefeito Valmir Valmir Clímaco, Vereador Wescley Tomaz,  e contou também com Prefeito Macarrão de Novo Progresso, e os deputados Federais Airton Faleiro e Joaquim Passarinho, na qual fazem parte da comissão de mineração da câmara dos deputados em Brasília. 

Mesa composta  pelas autoridades locais e federais
Foto: Weslen Reis

Durante a audiência os representantes do setor mineral tiveram a oportunidade de expor a insatisfação com a atuação dos órgãos ambientais, bem como as dificuldades para legalização da atividade mineral na região.



O seminário realizado em Itaituba,  foi resultado da manifestação ocorrida na BR 163 no distrito de Moraes Almeida. Agora os trabalhadores e empresários do setor mineral, prefeitos e vereadores aguardam o resultado do grupo de trabalho do governo federal que deve apresentar no próximo dia 2 uma resposta para as pautas apresentadas em Brasília.

Fonte: Plantão 24horas News  com informações do Repórter Marinaldo Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search