Reunião em Miritituba discute condicionantes para implementação do Projeto Ferrogrão

Reunião em Miritituba discute condicionantes para implementação do Projeto Ferrogrão

Com orçamento de 12 bilhões e 600 milhões de reais só na primeira etapa, dinheiro da iniciativa privada, a ferrovia Ferrogrão terá extensão de 933 quilômetros, ligando a cidade de Sinop, no Matogrosso, ao distrito de Miritituba, no Pará. 

Imagem: Ilustrativa

O objetivo principal será o escoamento da safra agrícola do Norte Matogrossense. Segundo dados preliminares levantados pela Prefeitura de Itaituba, a ferrovia terá capacidade inicial de transportar a carga equivalente a 750 carretas, cerca de 45 mil toneladas de grãos em uma só viagem.

Prefeito Valmir Climaco já se posicionou contra

Para o prefeito Valmir Climaco, de Itaituba, que já se mostrou radicalmente contrário ao projeto, isso significa, logo de cara, a retirada de mais de seiscentos empregos. Além disso, Valmir aponta alguns exemplos de experiências em ferrovia que nunca trouxeram benefício social. 

A reunião realizada em Miritituba serviu como palco para a apresentação de demandas sociais importantes, que precisam ser consideradas parte das condicionantes para a implementação do projeto. 

Uma das polêmicas que envolvem o assunto é a recusa da ANTT em realizar as audiências públicas em Novo Progresso, Trairão e Itaituba.

Portal Mauro Torres

Postar um comentário

0 Comentários