[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

Em Itaituba: Sem início previsto para reforma da ponte de madeira na Vila Nova, moradores começam a reclamar devido a grande demora

Em péssimas condições de trânsito, a ponte de madeira da Vila Nova, bairro São José, em Itaituba, que em alguns trechos oferece risco de acidente, ainda não tem previsão para receber reforma. O trabalho que não foi feito no inverno, uma vez que a alegação do governo teria sido a cheia do rio Tapajós, agora, em vigência o período do verão, os trabalhos de reforma ainda não começaram.

Vila Nova (Palafitas)
Foto: Weslen Reis

Conforme o presidente do bairro, Clecivaldo Nunes, que esteve conversando a respeito da problemática com o secretário de infraestrutura, Orismar Gomes, a obra inicial que foi lhe repassada, é fazer a identificação de algumas partes da passarela que mais oferecem risco aos que trafegam por ela, conversar com os moradores e posteriormente interditar todos esses trechos; ao mesmo tempo em que as madeiras iriam sendo serradas.

Parte da ponte quebrada
Foto: Weslen Reis

Todavia, se for para interditar todos os trechos da passarela que apresentam risco de acidente, praticamente toda a ponte teria que ser interditada, como afirma Clecivaldo. "Vamos ter que acabar com toda ponte, porque tem uma parte de baixo com dois pedaços oito, nove metros arrancados. Os esteios já estão envergando, fazendo cotovelo, estão quebrando no meio com o peso da ponte que não resiste. Tá faltando fazer uma análise" enfatizou.

Vila Caçula
Foto: Weslen Reis

De acordo com Orismar Gomes, secretário da SEMINFRA, as passarelas serão reformadas e a demora é por conta de que a estrutura que será utilizada para serrar as madeiras, foi alocada para recuperar uma ponte na estrada de barreiras. "Quando a gente começar a fazer as palafitas, a gente também não vai parar, vai vim madeira de outros cantos. O ICMBio vai contribuir pra que a gente reforme todas aquelas palafitas ainda nesse verão" disse.

Fonte: Plantão 24horas News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search