Adepará anuncia projetos para gerar emprego e renda para o Estado

Adepará anuncia projetos para gerar emprego e renda para o Estado

O diretor-geral da Agência de Defesa Agropecuária do Estado, Geovanny Farache Maia, anunciou alguns dos projetos de sua gestão, que já conta três semanas, à frente da Adepará. Graduado em Tecnologia em Gestão Ambiental, e mestrando em Desenvolvimento Territorial, Maia aposta na tecnologia, capacitação de servidores, aproximação e diálogo permanente com a cadeia produtiva para gerar empregos e renda no Pará.


"Em um primeiro momento, queremos estimular o mercado e dar suporte para que o produtor se fortaleça e gere empregos e, consequentemente, renda. Vamos trabalhar para, cada vez mais, desburocratizar o setor e, com isso, alavancar a cadeia produtiva desse estado tão rico que é o Pará. Estamos com previsão de criação de uma gerência de projetos de captação de recursos. E também focando em parcerias com os setores público e privado, isso aliado ao nosso planejamento institucional. E, em breve, já deveremos colher os primeiros resultados", informa Maia.


Parceria, por sinal, é uma das palavras mais citadas por Maia, que tem experiência, ainda, em captação de recursos nacionais e internacionais, nas áreas de Ciências Ambientais e Agricultura Familiar. O diálogo direto com o setor produtivo, garante ele, será fundamental para ter ótimos resultados e o principal beneficiado será a população do Pará, estado que ocupa o topo do ranking nacional na produção de açaí, cacau, dendê, mandioca, pimenta-do-reino, abacaxi, tem o maior rebanho de búfalos e o quarto maior rebanho bovino do Brasil.

*Tecnologia e Comunicação* - Outro ponto dessa gestão participativa será o investimento em tecnologia,com a aquisição, ainda esse ano, de drones, e aparelhos de georreferenciamento para melhor atender a população que busca os serviços da Adepará. Dentre outras atribuições, a Agência planeja, fiscaliza, coordena, normatiza e executa as políticas de saúde animal, vegetal e de defesa sanitária no Pará. Além disso, desenvolve atividades delegadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e Secretaria de Estado e Desenvolvimento e Agropecuário e da Pesca (Sedap).

Também, no projeto de gestão de Maia, constam o fortalecimento do banco de dados da instituição e da chamada agricultura de precisão, conceito ligado à avaliação e potencialização dos resultados do trabalho no campo, a partir do uso de aparelhos avançados de automação agrícola, e que resultam em serviços públicos de melhor qualidade.

"Dentro de nosso planejamento estratégico, haverá capacitação periódica e técnica de nossos servidores. Queremos facilitar, ainda mais, o acesso do cidadão aos nossos produtos. E também vamos dar total apoio e investir pesado no setor de comunicação da Adepará e nos profissionais que nela atuam", finaliza Geovanny Farache Maia.

(Ascom Adepará)

Postar um comentário

0 Comentários