[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

Policiais Civis e Militares prendem mais um envolvido no crime de Latrocínio na comunidade de Divinópolis.

Após diligências contínuas e ininterruptas realizadas por Policiais Civis e Militares, no final da tarde de ontem, 29/06/2019, foi preso mais um envolvido no assassinato da comerciante Antônia Lima de Oliveira Aguiar, popular Dona Totó, desta vez, o suspeito do crime foi o vaqueiro da fazenda Ednelson Silva de Almeida, 41 anos, natural de Aveiro/PA, que foi localizado por Policiais Militares sob o Comando do Sub-Tenente Gilson Vidal.

Vaqueiro

Segundo o delegado Ariosnaldo da Silva Vital Filho, mesmo com a prisão em flagrante de Lucas de Oliveira Silva e Weldson de Jesus  dos Santos, as diligências continuaram de forma integrada e sigilosa mediante troca de informações entre os comandos da Polícia Militar e Polícia Civil do Município de Rurópolis. No início da noite da última sexta-feira (28) chegou a informação ao Capitão Manoel Vieira que um trabalhador da fazenda poderia estar envolvido no crime. Foi então realizado todo um trabalho de inteligência entre as polícias civil e militar a fim de identificar tal pessoa. E no final da tarde, ainda dentro da fazenda onde ocorreu o crime já com a certeza dos fatos levantados pela polícia, o vaqueiro foi encontrado e conduzido até a presença da Autoridade Policial.

Durante o interrogatório o vaqueiro Edinelson CONFESSOU a sua PARTICIPAÇÃO no crime, informando que foi o referido que informou ao nacional Lucas de Oliveira Silva quem eram as pessoas que estavam dentro da casa, bem como, afirmou que sabia que o crime iria ocorrer naquele dia e foi convidado para atuar, porém, resolveu servir de apoio repassando informações sobre a rotina da vida dos patrões.

Imediatamente, A Autoridade Policial representou por sua custódia ao poder Judiciário que decretou sua prisão. Até então pelo crime de Latrocínio ocorrido na comunidade de Divinópolis foram efetuadas três prisões sendo que autor, co-autor e partícipe se encontram encarcerados e à disposição da Justiça.

A operação policial contou com policiais civis de Rurópolis sob o comando do Delegado Ariosnaldo Vital Filho e Policiais Militares da 17ª CIPM, sob o comando do capitão Manoel Vieira.

Fonte: Weslen Reis  - Blog Plantão 24horas News com informações da Polícia Civil de Rurópolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search