As Policias Civil e Militar reprimem crimes de violência doméstica no município de Rurópolis.

As Policias Civil e Militar reprimem crimes de violência doméstica no município de Rurópolis.

A Polícia Civil informou que houve um crescimento de registros de casos envolvendo violência doméstica no município de Rurópolis, principalmente, nos fins de semana quando o consumo de álcool aumenta.


Somente nos três primeiros dias da semana, foram contabilizados cinco casos envolvendo crimes de ameaça, lesão corporal, dano e crimes contra honra cujas vítimas são companheiras, ex-companheiras, esposas, ex-esposas, namoradas, ex-namoradas ou mulheres com laços de parentescos com seus agressores.  

Na maioria dos casos, os agressores são autuados em flagrante delito e apresentados em audiência de custódia. 

Conforme a situação apresentada, são decretadas MEDIDAS PROTETIVAS em favor da mulher que visam resguardar a sua integridade física e psicológica, ou até nos casos mais graves a PRISÃO PREVENTIVA do agressor, principalmente, nos casos de VIOLAÇÃO DAS MEDIDAS PROTETIVAS legalmente impostas e cientificadas. 

Segundo o delegado de Polícia Civil, Dr. Ariosnaldo da Silva Vital Filho, a Polícia do Município tem atuado de forma rápida nesses casos levando a prisão dos agressores, bem como, auxiliando as vítimas quanto aos primeiros atendimentos previstos em lei, que vão desde o atendimento da ocorrência policial, encaminhamento ao pronto atendimento hospitalar em caso de lesão e demais comunicações aos Órgãos competentes de proteção.

De acordo com os registros policiais, a maioria dos casos se inicia no âmbito doméstico com uma pequena discussão no seio familiar, às vezes em ambientes que somente estão presentes o agressor e a vítimas, outras na presença de familiares, filhos menores ou vizinhos que atendem o pedido de socorro e acionam a Polícia.

A Autoridade Policial informou que além das prisões realizadas neste fim de semana, existem procedimentos policiais sob apuração na delegacia de polícia e afim de coibir tais práticas delituosas a Polícia Civil está atuando nos rigores legais representando por Prisões e demais Medidas Cautelares com intuito de combater e diminuir os índices de violência no âmbito familiar. No final da tarde de hoje, mais uma prisão foi realizada, após receber a ordem de prisão por quebra de medidas protetivas o nacional Erinaldo Gomes Feitosa resistiu a ordem policial empreendendo fuga da delegacia, porém, em ato contínuo foi preso já dentro de um comércio local, por policiais civis e militares.  Além da prisão preventiva por descumprir as medidas protetivas determinadas em audiência, o conduzido acabou sendo preso em Flagrante por crime de resistência, lesão e ameaça aos policiais, podendo responder pelos danos causados no comércio onde tentou se esconder da aplicação legal.

Fonte: Weslen Reis  - Blog Plantão 24horas News com informações da Polícia Civil de Rurópolis.

Postar um comentário

0 Comentários