[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

Moradores de Itaituba reclamam de multas indevidas aplicadas pela Cosanpa


Na tarde desta quarta-feira (09), em um grupo de Whatsapp, alguns moradores relataram sobre a situação pela qual estão passando. Os mesmo alegaram que, a Companhia de Saneamento do Pará -COSANPA, que fornece água para alguns bairros de Itaituba, estaria aplicando à alguns moradores, multas de natureza imprópria.

Em pronunciamento, uma internauta e moradora do bairro da Liberdade, afirmou em rede social que, teria recebido uma multa no valor de 1.000,00 reais pelo órgão. E ainda, outra internauta relatou que sua avó, moradora do bairro Perpétuo Socorro, também teria recebido a multa no valor de 1.500,00 reais. Tais multas estariam sendo aplicadas mesmo alguns moradores não tendo hidrômetro para medição de consumo em suas residências.
Os bairros da Liberdade, Vila Nova e Perpétuo Socorro, foram alguns dos quais se tem conhecimento em que os moradores foram notificados com tais multas. O presidente do bairro Perpétuo Socorro, Wellington, disse que já foi até o Ministério Público e protocolou a denúncia contra a Cosanpa, e enunciou que já está obtendo respostas positivas quanto ao caso.
Já no bairro Vila Nova, conforme informações que nos foram repassadas, alguns moradores que foram alvo de tal multa, já estão se mobilizando e fazendo um abaixo assinado, demonstrando tais reclamações contra o órgão gerador, a Cosanpa.
Em contato com a coordenadora do Procon, Aline Braga, a mesma nos repassou que já foram até o órgão diversos moradores relatarem o caso das cobranças indevidas. Inclusive, algumas já foram até canceladas.
Na última segunda-feira (06), a coordenadora participou de sete audiências para justamente tentar solucionar os casos. E a tendência é que nos próximos dias, mais moradores procurem o órgão para registrarem suas reclamações contra a Cosanpa, afirmou a coordenadora.

Quer ficar bem informado? Baixe agora nosso aplicativo clicando aqui. 
Fonte: portal Giro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search