[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

Homem é preso em Itaituba acusado de vender produtos roubados na internet

Na tarde da última quinta-feira (16), por volta das 14h, um homem foi preso pela guarnição da Polícia Militar composta pelo 2° SGT Juvenal, CB Adriano e SD Gomes. As causas da prisão foram por vendas de produtos roubados pela internet.


A polícia já vinha monitorando a quadrilha que atuava com processo de furtos, roubos e vendas. Conforme informações que foram repassadas, o suspeito utilizava uma rede social, o Facebook, para expor e vender os bens obtidos por intermédio de ações ilícitas.

Em uma dessas postagens, o proprietário de produtos roubados os reconheceu e, estrategicamente, planejou a captura do suspeito. Ele foi até a casa do autor das postagens e simulou uma compra. Ao chegar na residência e confirmar que os produtos realmente eram seus, o mesmo fingiu está ligando para sua mulher, dizendo à mesma que fosse levar o dinheiro até a residência, para então efetuar a “compra” dos bens.

Todavia, o proprietário estava se comunicando via ligação com os policias militares, que, ao serem contatados, se deslocaram até a residência do suspeito e deram voz de prisão à ele. Na operação, foram apreendidos no local, uma TV de 47 polegadas, um notebook, uma caixa de som JBL, diversas jóias, um controle PS4 e jogos.

De acordo com informações apuradas, a quadrilha era liderada por um homem, que recentemente deixou o presídio, ele também foi preso na operação e teria ameaçado de morte o receptador. Na ocasião, o receptador foi apresentado na Delegacia de Polícia por receptação, onde foi realizado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), e em seguida foi liberado.

Fonte: Portal Giro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search