Chega a cinco o número de mortes confirmadas na chacina em Belterra, PA

Em diligências na zona rural de Belterra, oeste do Pará, onde três pessoas de uma mesma família foram assassinadas na noite de segunda-feira (27), a polícia encontrou na manhã desta terça-feira (28), os corpos da mãe e de um dos filhos do suspeito identificado pelo nome de Mauro Barroso.
Mauro Barroso é procurado pela polícia como autor de chacina na zona rural de em Belterra, no Pará — Foto: Reprodução/Redes Sociais

A mãe do suspeito, Maria Barroso Braga, teria sido morta na própria residência, ainda na tarde de segunda-feira. Depois, Mauro teria sido visto passando com dois filhos. O corpo de um das crianças identificada como Manoel Barroso, 10 anos, foi encontrado nas matas na comunidade São Benedito, onde o suspeito morava. A polícia faz buscas pela outra criança e pelo suspeito.



Equipes da Polícia Civil e Militar no local do crime — Foto: Bena Santana/Rádio 94FM

Segundo informações da polícia, após matar a mãe e um dos filhos, Mauro seguiu para a comunidade Paca, que é vizinha a São Benedito, e foi direto para a fazenda da família Boscheto. No local, a primeira pessoa que ele encontrou foi Raimundo Silva de Paula, de 43 anos, que estava no curral. Raimundo recebeu dois tiros de espingarda, sendo um na perna e um no peito. De lá, o suspeito foi até o igarapé da comunidade, onde o menino Douglas Boscheto de Paula, 12 anos, estava pescando. O menino foi morto com um tiro no peito.



Raimundo Silva de Paula e o sogro Pedro Boscheto foram assassinados na comunidade Paca, em Belterra — Foto: Reprodução/Redes Sociais

As vítimas são: Douglas Boscheto de Paula, 12 anos, o pai Raimundo Silva de Paula e o avô, Pedro Hélio Boscheto. A quarta vítima, Luís Jorge, sobrinho de Pedro Boscheto, foi atendido com um corte no braço, na comunidade Baixa D’Onça. Os corpos foram levados para o IML.
Ainda à noite, equipes da Polícia Civil, Polícia Militar, Samu e CPC saíram de Santarém para o local do crime. Os delegados titulares de Belterra e Mojuí dos Campos também foram para o local em busca de mais informações que possam levar à localização do autor do crime.

Suspeita de motivação por ciúmes

Ainda perplexo com a notícia da morte de seu tio e dos primos, o motorista Alex Almada, 27 anos, disse à TV Tapajós que a motivação da chacina em Belterra, pode ter sido o ciúme que Mauro Barroso tinha da ex-esposa com Raimundo.
“Recebemos a informação de que a pessoa que fez isso teria ciúmes do meu tio com a ex-mulher dele. Também soubemos que ele pode ser usuário de drogas e por isso teve esse desequilíbrio. Acredito também que isso foi coisa do maligno, que fez a coisa acontecer. E a gente fica triste porque a gente nunca espera que possa acontecer com pessoas próximas da gente. Mas infelizmente essas coisas existem e acontecem”, disse Almada.

Buscas

O delegado Jardel Guimarães informou que a Polícia Civil está toda mobilizada com esse fato lamentável de repercussão que ocorreu em Belterra, mais precisamente nas comunidades Paca e São Benedito.
“Oficialmente temos 5 vítimas, agora pela manhã mais dois corpos foram encontrados. Há informes também que precisamos confirmação de que mais um corpo teria sido encontrado, as equipes estão todas empenhadas o sentido de tentar localizar esta pessoa que efetuou esses disparos e matou essas pessoas.” disse Jardel.
O delegado informou também que a ex-esposa de Mauro Barroso se encontra na delegacia para fins de investigação, para se chegar à motivação. “Segundo a mesma, o ex-marido que é o autor dos fatos era amigo das pessoas que ele vitimou ontem e ela não sabe realmente o que aconteceu. Ela disse que ele é uma pessoa que é usuário de drogas, é uma pessoa que faz uso de bebida alcoólica em excesso e quem sabe isso não pode ter motivado. Precisamos de mais dados para esclarecermos os fatos”, concluiu.
Fonte: G1 Santarém




Postar um comentário

0 Comentários