[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

Homem é baleado em Itaituba após agressão



Polícia foi acionada após denúncia de violência doméstica; Homem teria agredido policial com uma barra de ferro.

Um homem, identificado como Evanilson de Jesus, de 35 anos, foi baleado com dois tiros, no braço e no abdômen, após supostamente agredir um policial Militar que foi acionado após denúncias de violência doméstica, onde o mesmo estaria ameaçando a própria mãe. Segundo a família, Evanilson tem problemas mentais.

Para agredir o PM, o homem teria utilizado uma barra de ferro maciço de aproximadamente 2 metros de comprimento, meia polegada de espessura, com uma corrente na ponta. Antes da agressão, o homem também quebrou o vidro traseiro de um carro.


Carro com vidro quebrado pelo homem.

Segundo policiais Militares que estavam na operação, o homem acertou a barra de ferro pelo menos três vezes no policial, o que fez a barra entortar. “fomos recebidos com agressões, o PM agiu em legítima defesa, se defendendo de injusta agressão. Não tinha o que fazer.” Disse um policial


Barra de ferro utilizada pelo homem para agredir o policial.

A mãe da vítima, que presenciou tudo, afirma que “os policiais chegaram atirando, eu vi tudo, ainda gritei pra não atirarem no meu filho, eles não ouviram.”
A mãe disse ainda que o filho já vinha bastante alterado, devido problemas mentais que adquiriu há aproximadamente um ano. “Ele tava no quintal e eu tentando impedir que ele saísse de casa, mas ele conseguiu sair e foi pra rua.” Disse

Evanilson, para a família, apesar dos problemas mentais, é um homem trabalhador, que faz bicos como limpeza de terrenos, corte de árvores etc.

Sobre o fato da vítima ser doente mental, os policiais afirmam que não sabiam. “Fomos acionados para um caso de violência doméstica, a pessoa que ligou para a PM não informou que se tratava de um doente mental.” Afirma um policial
Após o baleamento, a vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital Municipal de Itaituba (HMI), onde permanece internado em estado gravíssimo. Ele passará por cirurgia no abdômen.

Fonte: Portal Giro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search