Ampliação da assistência à mulher integra agenda de trabalho em Marabá, PA

Ampliação da assistência à mulher integra agenda de trabalho em Marabá, PA

A assistência e as ações de combate à violência contra a mulher foram temas debatidos nesta quarta-feira (3), em uma das reuniões do Programa Governo Por Todo o Pará, em Marabá, na região sudeste. No encontro, mulheres apresentaram suas demandas à primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, e à esposa do vice-governador, Andrea Vale.


Participaram da reunião representantes de entidades ligadas aos direitos da mulher em Marabá. Claudia Chene, conselheira de Defesa da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Pará, no município, expôs algumas demandas. “Hoje trouxemos como prioridades o plantão na Delegacia da Mulher (Deaca); o retorno de perícia do IML (Instituto Médico-Legal) lá na Deaca; a necessidade de ampliação do horário da equipe e aumento da estrutura do ParáPaz. 

Algumas proposituras já estão em andamento, e o chefe de Governo vai dar continuidade. Temos reuniões já agendadas com o ParáPaz. A gente está no início do Governo, mas a sensação é de um olhar sensibilizado”, acentuou.

A vice-presidente do Conselho da Mulher de Marabá, Selene Lima, garantiu ter saído satisfeita com a oportunidade de debater a questão no próprio município. “A nossa impressão é das melhores. A gente fica muito feliz de perceber que todo o governo, a primeira-dama e a esposa do vice-governador, tiveram a sensibilidade de receber o Conselho da Mulher, que tem hoje uma demanda extensa e precisa ter esse olhar sensível do Governo. Estamos muito otimistas com este momento”, reiterou.

Andrea Vale, bacharel em Ciência da Computação, garantiu que todas as demandas serão levadas aos órgãos competentes, para que a viabilidade de atendimento seja analisada. “Nós estamos recebendo as demandas, fazendo a coleta de todo o material pra gente conversar com as secretarias e dar o encaminhamento necessário, para que todas as demandas da região sejam atendidas”, afirmou.

Graduada em Direito, Daniela Barbalho ressaltou a necessidade e a importância de as políticas públicas alcançarem todas as mulheres. “Nós iremos reunir com todos os secretários, para que a gente possa dar encaminhamento a todas as demandas. Marabá é uma cidade muito grande, e acaba sendo polo da região. Diversos municípios do entorno de Marabá vêm até aqui em busca de atendimento, acolhimento para aquelas mulheres que foram vítimas de violência. O índice de violência contra a mulher é muito alto nessa região. Então, é preciso ter um governo efetivo”, destacou.

Por Tayná Horiguchi

Postar um comentário

0 Comentários