Setran e empresários debatem estratégias para investimentos

O secretário de Estado de Transportes, Pádua Andrade, esteve reunido, nesta terça-feira (12), com representantes do setor produtivo paraense na sede da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa). No centro dos debates, temas recorrentes, como investimento em logística e agilidade em obras de infraestrutura, que precisam sair do papel e ser transformadas em projetos de mobilidade para o Estado do Pará.


O encontro, que reuniu empresários de vários segmentos da indústria, teve à frente o vice-presidente da Fiepa, José Maria Mendonça. Também estiveram presentes Lutfala Bitar, presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico (Codec); Eduardo Ribeiro, coordenador do Núcleo de Gerenciamento do Transporte Metropolitano (NGTM); João Bosco Lobo, secretário-adjunto da Setran; empresários de vários segmentos dos distritos industriais de Icoaraci, Ananindeua, Marabá e Barcarena; representantes da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), entre outros.

Dentre as principais ações em andamento que foram discutidas estão BR-163, dragagem/derrocamento do Pedral do Lourenço, requalificação da BR-316, Ferrogrão, manutenção de vias, entre outras.

Pádua Andrade destacou que, a partir do momento em que o atual governador Helder Barbalho assumiu  o Ministério da Integração, a região Norte entrou para o calendário de obras prioritárias  do Governo Federal. Agora, o trabalho continua com o mesmo afinco e dedicação no Governo Estadual. “Somente nesse de período de Helder no Ministério, os estados da região Norte foram contemplados com obras estruturantes”, avaliou.

No Pará, nesta gestão, a Setran finaliza um planejamento estratégico para os próximos quatro anos. Nele está previsto um pacote de obras com o objetivo de reduzir a distância entre os municípios, amenizar o déficit de pavimentação e, em em alguns casos, tirar o cidadão do total isolamento. 

“Nessa reunião, tivemos a oportunidade de ouvir o setor produtivo, que tem um olhar diferenciado e pode contribuir muito para nossa gestão”, destacou Pádua Andrade.
O titular do órgão disse ainda que, em contrapartida, o setor produtivo deve dar retorno com mais investimentos, gerando emprego e renda para o povo paraense.

Em relação ao Pedral o Lourenço, Pádua Andrade informou que a obra está em fase de emissão da licença ambiental, que deve ser concluída até julho deste ano, quando devem iniciar as obras. A requalificação da BR-316 está em curso, com prazo  para conclusão dos trabalhos em 19 meses.

O vice-presidente da Fiepa, José Maria Mendonça, avaliou de forma positiva a reunião com a Setran. “A intenção é trabalhar de forma alinhada com o Governo do Estado. Já recebemos aqui o titular da Semas e da Sedeme e continuaremos com o diálogo constante, com questionamentos, com sugestões, mas tudo olho no olho”, destacou.

Ao final, a Fiepa entregou um pacote de sugestões ao titular da Setran, como forma de contribuição para a mobilidade de cargas.

Fonte: Blog Plantão 24horas News em parceria  com Agência Pará.

Postar um comentário

0 Comentários