Militares do Pará são homenageados por atuação em Brumadinho (MG)

Após brava e exemplar atuação no socorro e resgate de vítimas da tragédia ocorrida em Brumadinho, em Minas Gerais, no dia 25 de janeiro, integrantes da corporação do Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBM-PA) foram homenageados pela Câmara dos Deputados Federais, em Brasília. A sessão solene que os prestigiou foi realizada no Plenário Ulysses Guimarães, na última quinta-feira (14).


Entre os militares homenageados do Pará, destacaram-se o coronel Luiz Fernando Cajango Pereira, da Diretoria de Políticas de Segurança Pública, o major Wagner Alípio Espírito Santo da Silva, da diretoria da Força Nacional de Segurança Pública, o capitão Renan José Almeida Amaro, da Diretoria de Administração da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).

Contribuíram ainda os integrantes da diretoria da Força Nacional de Segurança Pública: o Subtenente Silvestre Araujo Filho, o 2º Sargento Odival Nobre Barbosa, o 3º Sargento Antonio Jorge Da Câmara Silva, o 3º Sargento Daniel Da Silva Vieira, o 3º Sargento Evandro José Batista Da Silva e Silva, o 3º Sargento Marcelo Lobo De Araújo, o 3º Sargento Adeilton Xavier Da Nobrega, o 3º Sargento Marinaldo Oliveira Dos Santos e os Cabos Railson Gonçalves De Souza, Leonardo Leandro Horácio Buscaos, Paulo Lucilanio Freire De Sousa, Cleber Fernando Lopes Ribeiro, Teófilo Filho Farias Gomes e Marcelo De Souza Oliveira Da Costa.

“Externo a minha gratidão a vocês brasileiros e estrangeiros que  uniram-se para encontrar pessoas que nem ao menos conheciam. Foi um ato de amor à vida. Uma imagem que me marcou foi a dos bombeiros mineiros arrastando-se sobre as lamas, não medindo forças, o que me deixou bastante impactado. Os bombeiros mineiros e a todos que ajudaram de alguma forma, para que fosse possível, até 07 de março, identificar 193 vítimas. Por mais dolorosa que seja a confirmação de um óbito, ele põe fim a angústia da incerteza e permite aos familiares a realização dos rituais fúnebres. Agradecemos a Coordenadoria Geral de Defesa Civil, a Polícia Militar e a todos os envolvidos nesta grande missão. Os fatos ocorridos em Brumadinho comoveram todos os brasileiros, que exigem com razão que jamais voltem a acontecer'', ressaltou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Solenidade - Foram realizadas ainda diversas homenagens durante a cerimônia, dentre elas a da major do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais Karla Lessa, piloto de helicóptero que fez um resgate emocionante de uma vítima presa na lama após o rompimento da Barragem 1 da Mina do Córrego do Feijão no dia 25 de janeiro.

 “Como bombeira, essa homenagem proporciona uma repercussão ao trabalho feito pela Corporação. Cotidianamente, nós atendemos a diversas tragédias humanas. Com a repercussão que teve Brumadinho, pela dimensão da tragédia, isso ficou mais latente”, disse.

A comissão externa da Câmara dos Deputados, criada para acompanhar os desdobramentos do rompimento da barragem da Vale, voltou a se reunir para debater planos de segurança para barragens e planos de ação de emergência.

O desastre - A barragem da mina do Córrego do Feijão, da Vale, se rompeu no dia 25 de janeiro. A lama destruiu a área administrativa da mineradora, atingiu comunidades de Brumadinho e o Rio Paraopeba.

De acordo com as últimas informações da Defesa Civil de Minas Gerais, foram confirmadas 203 mortes, 395 pessoas localizadas e 105 pessoas continuam desaparecidas.

Fonte: Agência Pará

Postar um comentário

0 Comentários