Governo entrega títulos de terra para moradores de 18 municípios

O governador do Pará, Helder Barbalho, e o vice-governador, Lúcio Vale, entregaram, no final da manhã deste sábado (16), 261 títulos de terra para produtores rurais de 18 municípios da região nordeste do Estado, reunidos na cidade de Moju. A solenidade ocorreu no Auditório Municipal Lourival Cristo, no Centro, na presença da prefeita Nilma Lima, vereadores, secretários de Estado, deputados estaduais, federais, e da população mojuense.


 Logo que chegou a Moju, antes de se dirigir ao Auditório, Helder Barbalho, acompanhado da presidente da Junta Comercial do Estado (Jucepa), Cilene Sabino, reinaugurou a sede do órgão no município, que estava desativada. O objetivo da ação é favorecer o ambiente de negócios na cidade. "Com isso, agora, a população de Moju não vai mais precisar se deslocar a outros municípios para abrir ou fechar atividades comerciais", ressaltou o chefe do Executivo.


 Na sequência, o governador do Estado foi recebido com festa pelos moradores de Moju, que aguardavam ansiosamente pela entrega de títulos de terra. No início da solenidade, no entanto, Helder Barbalho foi quem recebeu dois presentes: um quadro ofertado pelo bispo da Diocese de Abaetetuba, dom José Maria Reis; e o título honorífico de Cidadão Mojuense, concedido pela Câmara de Vereadores da cidade.
O governador do Pará se disse lisonjeado e agradecido pelas homenagens e passou, em seguida, a realizar a entrega dos títulos de terra a nove produtores rurais, escolhidos para representar os 261 contemplados neste dia. Entre eles, está Antônio Gregório Alencar, de 65 anos, morador da comunidade de São Vicente, na região conhecida como Alto Moju.


 Morador do município há 18 anos, ele sonhava em receber o seu título de terra, e fez questão de agradecer pessoalmente a Helder Barbalho. "Esse documento é a maior felicidade que um pequeno produtor, como eu, pode ter", disse o agricultor, que tem uma pequena criação de gados e produz farinha de mandioca.


Durante a cerimônia, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Iran Lima, que também já foi prefeito de Moju, lembrou que há muito tempo a cidade não recebia uma entrega de títulos tão numerosa. Ele contou que algumas áreas, agora regularizadas, já foram objeto de conflitos agrários no passado. "A regularização, além de trazer segurança jurídica, permite o acesso a financiamentos bancários, entre outros benefícios. Parabéns, governador, por conseguir, em tão pouco tempo de trabalho no Estado, realizar ações tão importantes para a população do Pará", enfatizou.


 O presidente do Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Bruno Kono, destacou que o órgão, responsável direto pela regularização fundiária no Estado, tem feito todos os esforços para acelerar os processos de concessão de títulos de terra que, no passado, chegavam a demorar quatro anos e meio. Nesta gestão, a meta inicial é que esse trabalho demore, no máximo, seis meses, com perspectiva de redução para três meses nos próximos anos de governo.


 "Esse é apenas o início do trabalho de retomada da regularização fundiária no Estado. Nossos servidores estão motivados e vão dar o melhor de si para que o benefício chegue a todos os cantos do Estado", assegurou, acrescentando que, até agora, o governo Helder Barbalho já entregou cerca de 600 títulos de terra em diversos municípios.


 Na cerimônia deste sábado, os municípios que receberam a maior parte dos títulos de terra foram Moju, Tailândia, Bujaru e Acará.

A prefeita de Moju, Nilma Lima, agradeceu ao Governo do Estado pela parceria e presença constante na região Nordeste do Pará. Ela solicitou a ajuda do poder público estadual em demandas como a melhoria do abastecimento de água no município, o asfaltamento de ruas da cidade e o fortalecimento do hospital municipal, por meio de parcerias.

Helder Barbalho ressaltou a determinação da atual administração em estar mais próxima dos 144 municípios do Pará, com toda a estrutura da máquina estatal a serviço da população das diferentes regiões do Estado. Ele comunicou o atendimento das apresentadas pelo município, por meio de órgãos como a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), Secretaria de Estado de Transportes (Setran) e Secretaria de Estado de Saúde (Sespa). 

"Estamos finalizando os ajustes no hospital Santa Rosa, em Abaetetuba, para que ele possa atender toda essa região, até darmos início à construção do Hospital Regional do Baixo Tocantins, que é um compromisso nosso de campanha", informou.

A solenidade contou ainda com a apresentação do grupo cultural Flor do Rio Ubá, que animou os presentes com músicas e danças folclóricas típicas da região.

Agência Pará.
Fotos: Marco Santos 

Postar um comentário

0 Comentários