[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

'A gente se escondeu no banheiro', diz sobrevivente de massacre em SP

Escola em Suzano foi palco de massacre, que ocorreu na manhã desta quarta-feira (13). Oito pessoas foram assassinadas e atiradores tiraram a própria vida.

Reprodução Record TV

Alunas relatam drama após tiroteio matar seis pessoas em escola em Suzano (SP)

“A gente se escondeu dentro do banheiro quando começou o tiroteio”, disse uma aluna da escola estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, a 50 km de distância de São Paulo.
O local foi palco de um massacre na manhã desta quarta-feira (13), em que dois atiradores dispararam mais de 30 vezes, matando ao menos oito pessoas. Em seguida, os suspeitos tiraram a própria vida.


Em entrevista, a aluna contou que estava no refeitório da escola quando os suspeitos começaram a atirar. “Assim que começou o tiroteio, eu me escondi no banheiro”, disse. “Depois de um tempo, quando a gente saiu, tinha gente morta nos corredores.”


Leia mais: Relembre outros massacres ocorridos em escolas no Brasil


Uma outra aluna, também em entrevista, comentou que toda a ação teria durado cerca de 50 minutos. “Um dos atiradores era aluno da escola. Ele era gente boa, nunca pensei que ia fazer algo desse tipo”, relatou. “Aí falaram que os PMs tinham atirado contra eles, mas agora tem a história de que eles se mataram”, disse.


O massacre ocorreu por volta de 9h, quando dois adolescentes encapuzados invadiram a escola atirando. Cinco estudantes e a diretora morreram e os atiradores teriam se matado na sequência, de acordo com o centro de comunicação da Polícia Militar de São Paulo. Outras três crianças deram entrada no hospital Santa Maria, em Suzano. Ainda não se sabe o estado de saúde.


Segundo a Polícia Militar, todo o efetivo da 1ª Companhia do 32º Batalhão de Suzano foi destacado para ir até o local. As equipes da Guarda Civil Metropolitana e do Samu foram enviados para a escola, que tinham aproximadamente 700 alunos. Os helicópteros Águia 15 e 17, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, também foram deslocados à ocorrência. Mais cedo, a Polícia Militar informou que foi acionada para atender a ocorrência de disparo de arma de fogo de pequeno porte e vítimas no local.

Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search