[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

Detran alerta sobre como proceder após um acidente de trânsito

Todos estão sujeitos a sofrer um acidente de trânsito, seja por falha no automóvel ou até por um erro do condutor. Na hora, muitos motoristas não sabem quais são as medidas a serem tomadas, por isso o Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA) faz, então, um alerta sobre as atitudes a serem seguidas nessas situações, especialmente no que diz respeito à ausência de auxílio às vítimas, já que, segundo dados do órgão, no ano de 2018, no Pará, ocorreram 14 casos de pessoas que foram autuadas por não prestarem socorro e seis casos de pessoas que não quiseram se identificar para dar informações para a confecção do Boletim de Ocorrência (BO).

De acordo com o Art. 176 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o motorista deve prestar socorro à vítima, sinalizar o local para evitar perigo, preservar o local para facilitar o trabalho da polícia e da perícia, e se identificar ao policial dando informações necessárias para o BO. Caso não seja feita essa assistência à vítima, o motorista pode incorrer em uma infração de nível gravíssima, com penalidade de multa, no valor de R$296,47, e recolhimento do documento de habilitação. 

Valter Aragão, coordenador de planejamento do órgão, detalha os procedimento corretos em caso de acidente. “A primeira questão é que a pessoa deve acionar meios para prestar socorro à vítima, pois como explica o Art. 177 do CTB, dependendo do que você faça, pode gerar um crime”, explica. "Caso o motorista que provocou o acidente esteja inconsciente, ele não será isento de responder por todos os seus crimes. Por exemplo, uma pessoa bebeu e causou o acidente com vítimas, mas estava inconsciente, ele irá responder pelo seu crime” completou Valter.

Se o motorista que provocou o acidente esteja ferido com consciência e tiver outras vítimas na hora, de acordo com o Art. 301 do CTB, ele precisa prestar socorro, ligando para autoridades e seus agentes, para que estes possam dar o socorro, assim ele será isento de penalidade: não sofrerá infração, não se imporá a prisão em flagrante, nem se exigirá fiança. 

Ainda de acordo com dados do Detran/PA, foram autuadas 27 pessoas que se envolveram em acidentes sem vítimas e não adotaram providências para evitar fluidez no trânsito, como indica o  Art. 178 do CTB. Nesses casos, o motorista precisaria retirar, caso seja possível, o seu automóvel da via e levá-lo para um local seguro, para que o trânsito possa fluir sem problemas. Caso contrário, o condutor estará sujeito a multa de nível médio e cinco pontos na carteira. Para facilitar a vida dos motoristas envolvidos em colisões, o Detran/PA oferece aos usuários o aplicativo Sisdat.

Sisdat
O Sistema de Declaração de Acidente de Trânsito (Sisdat) é um serviço do Departamento Estadual de Trânsito que objetiva proporcionar comodidade ao cidadão permitindo efetuar, por meio de uma plataforma virtual, aplicativo APP, o registro de acidente de trânsito sem vítima, com apenas danos materiais.

O Sisdat foi construído para ser usado como uma ferramenta oficial e confiável do serviço público, servindo para fins de seguro ou ações judiciais. O envolvido no acidente de trânsito poderá registrar o acidente pelo App em até 30 dias, posterior a data do fato. Para o registro de acidente de trânsito serão necessários os dados pessoais dos condutores envolvidos no acidente, tais como: endereço, telefone, e-mail, e ainda dados do seu veículo (Placa e Renavam) e o máximo de informações dos demais envolvidos no acidente.


Agência Pará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search