Adepará intensifica campanha contra a mosca da carambola no feriado de Carnaval

O transporte de frutas no Marajó e Baixo Amazonas será o alvo da operação.

Com o aumento da movimentação nos portos a partir desta sexta-feira (1º), quando muitos foliões começam a se deslocar para aproveitar o Carnaval no interior do Estado, a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) intensifica também a campanha de combate à mosca da carambola. A praga, que ameaça mais de 20 variedades de frutas, pode prejudicar a exportação.

A ação educativa tem como objetivo evitar o transporte de frutas que podem estar infectadas. Equipes da Adepará vão abordar passageiros nos portos da CDP e Bom Jesus, em Belém, nesta sexta, e nos terminais hidroviários de *Breves, Portel e Melgaço, na Ilha do Marajó* até o próximo domingo (3). Os alvos das fiscalizações são, principalmente, embarcações que fazem trânsito entre os estados do Pará e Amapá, e a população do *Baixo Amazonas e Marajó*.
*Breves* e *Melgaço* estão entre os municípios onde foi constada a presença da mosca da carambola, que chegou ao Pará por causa do trânsito de pessoas entre os municípios de Laranjal do Jari, no Amapá, e o distrito paraense de Monte Dourado, em *Almeirim*, na região do *Baixo Amazonas*. De acordo com o diretor-geral da Adepará, Lucivaldo Lima, no entanto, a praga já está controlada nesses locais.

Com a campanha, que prevê também fiscalização em pelo menos 180 pontos do Estado, verificação nas estradas e embarcações, o Governo do Pará pretende erradicar a praga e manter a qualidade da fruticultura de exportação. Atualmente, o Pará está entre os 11 maiores produtores do país e tem até o dia 31 de março para cumprir as condicionantes do Ministério da Agricultura para manter a área livre e aberta para a exportação de frutas.

Fonte: Blog Plantão 24horas News em parceria oficial com Agência Pará

Postar um comentário

0 Comentários