[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes
O MELHOR DA TV ACABO PARA SUA DIVERSÃO
SUA SORTE LHE AGUARDA, VEM PRO ITA FELIZ!

Polícia Civil desarticula esquema de roubo e revenda de celulares em Juruti

Um microempresário foi autuado em flagrante por receptação qualificada.


Um esquema criminoso que envolvia roubo e revenda de telefones celulares roubados em uma loja especializada, em Juruti, no oeste do Pará, foi desarticulada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (6). Durante a ação policial, realizada por policiais civis do município, foi preso em flagrante o microempresário Michel Kenned Araújo Coimbra, dono da loja onde os celulares roubados eram revendidos.

Segundo O superintendente regional de Polícia Civil do Baixo e Médio Amazonas, delegado Jamil Casseb, a prisão do microempresário é resultado de uma investigação iniciada logo após a identificação dos autores do roubo de um celular. O crime ocorreu no domingo (3). O microempresário foi autuado em flagrante por receptação qualificada.

Na ocasião, dois homens armados com uma arma de fogo e uma faca abordaram uma vítima, quando ela caminhava em via pública, e roubaram dela o telefone celular. 

Durante as investigações do crime, a equipe da Polícia Civil de Juruti identificou os suspeitos do roubo, os quais foram ouvidos e indiciados em inquérito policial. Aos policiais civis, os dois suspeitos confessaram o crime e revelaram que haviam vendido o celular roubado para Francisco da Silva Batista, de apelido "Chiquinho", por R$ 50.

Ao ser preso, Francisco confessou a receptação do aparelho roubado e revelou ter revendido o objeto ao proprietário da loja Smart Celular, Michel Kenned.

De acordo com a polícia, Francisco atuava como intermediário na compra e venda dos aparelhos roubados. Os policiais civis foram até a loja, situada no bairro Maracanã, onde apreenderam o celular roubado e outros 32 aparelhos também roubados que já estavam na vitrine do estabelecimento para venda.

"Os produtos já estavam precificados sem possuir qualquer nota fiscal, o que constatou que os celulares eram produto de roubo e por isso vendidos a preços abaixo do valor normal de mercado", explicou o delegado.

Por G1 Santarém — PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search