Veículo com placa de Novo Progresso é preso em Belém com mais de R$1 milhão em cocaína camuflada em caminhonete

“Tijolos” de cocaína foram encontrados em assoalho (Elivaldo Pamplona / O Liberal)

Cão farejador ajudou na identificação da droga
Uma caminhonete apreendida em Tailândia, no interior paraense, chegou por volta de 20h desta segunda-feira (10), em Belém. A suspeita, de que exista uma grande quantidade de cocaína escondida na estrutura do veículo foi confirmada.


A cadela farejadora Índia, da Polícia Civil, encontrou o entorpecente. O veículoL-200 (placa QDF-2144, de Novo Progresso), que passou a ser monitorado. A caminhonete saiu há dez dias da região metropolitana rumo ao estado do Mato Grosso, onde foi abastecido com os 57 tabletes de cocaína.  O veiculo de Novo Progresso, está na sede da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), no bairro do Telégrafo.


Ao todo foram encontrados 57 “tijolos” de cocaína. De acordo com o delegado Hennison Jacob, da Denarc, cada “tijolo” com um quilo da droga custa R$20 mil, ou seja, o material ilegal apreendido vale mais de R$1 milhão.
Leia Também:Denarc monitora rota do tráfico e apreende carga de cocaína


Renan Santos da Silva, de 34 anos, que viajava junto com a esposa, o filho de onze meses e o cunhado, Diemerson Serrão Silva, 22 anos.


Os condutores do Veiculo foram identificados como “Diemerson Serrão Silva e Renan Santos da Silva” foram apresentados na Delegacia de Narcóticos (Denarc), no bairro do Telégrafo, em Belém.


A droga estava armazenada em baixo do assoalho da carroceria. Dois homens foram presos na ação.

 

Fonte: Redação Jornal Folha do Progresso com informações de Cleidiane Silva / O Liberal

Postar um comentário

0 Comentários