[Latest News][6]

acidente
agressão
Amapa
Amapá
amazonas
apreensão
armas
arrombamento
assalto
atropelamento
Bahia
brasil
cocaína
condenados
destaque
detentos
droga
drogas
execução
grevistas
idoso
internacional
Itaituba
Kitsurfe
menores
motorista
navio
Óbidos
Polícia Federal
Polícia Militar
prefeita
prefeito
presos
recentes
reg
Regiao
região
Santarém
traficante
Traficantes

NOTÍCIAS

Obras do Hospital Regional do Tapajós entram na reta final

“A população de Itaituba vai contar com uma estrutura fora do comum em hospitais públicos do Brasil”.


A afirmação é do engenheiro Gustavo Garoli, gerente geral da obra do Hospital Regional do Tapajós, no município de Itaituba, que está com a estrutura 95% concluída. O hospital que fica na região sudoeste do Estado deve beneficiar, além de cerca de 100 mil itaitubenses, moradores de nove municípios vizinhos.


Segundo o engenheiro, o quarto e o quinto pavimento estão prontos, onde serão instalados 108 leitos de internação, 54 em cada andar. Os demais andares estão com obras em fase de acabamento. O investimento total da obra é de R$ 174 milhões.

Ao todo, serão cerca de 160 leitos no novo Hospital. No quarto e quinto andar ficarão os leitos de internação; no terceiro os leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), sendo 10 UTIs adulto, 10 UTIs pediátricas e 25 UTIs neonatal; no segundo toda a parte administrativa da unidade de saúde; e no primeiro o bloco cirúrgico, com seis salas, sendo duas para procedimentos de alta complexidade. No andar térreo será possível realizar serviços de mamografia, ressonância magnética, tomografia, raio-x, ultrassonografia, endoscopia e terapia renal substitutiva, com 22 máquinas de hemodiálise.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Vitor Mateus, o Hospital Regional do Tapajós faz parte do fechamento de um ciclo desta gestão. Foram 16 Hospitais Regionais entregues até o momento. No próximo sábado (22), o governador Simão Jatene entrega o Hospital Regional de Capanema e até o final do ano, o novo Hospital Abelardo Santos, em Icoaraci. Ou seja, todas as regiões de integração estão contempladas com um Hospital Regional. “Isso é uma marca do Governo Simão Jatene. Nenhum outro governo fez tantos hospitais”, ressaltou.

Vitor Mateus afirma que o Hospital de Itaituba constitui uma importante obra para o município e região como um todo. “Tudo foi feito no perfil que identificamos como ideal para essa região, inclusive na parte de especialidades. Também serão investidos mais R$ 40 milhões em equipamentos. Então a próxima gestão vai poder equipar e colocar pra funcionar o hospital, que vai ter neurologia, cardiologia, trauma-ortopedia e outras especialidades, além de estender isso também para a parte materno-infantil”, destacou o secretário.

As equipes da empresa responsável pela obra do Regional de Itaituba seguem cumprindo o cronograma nas etapas de instalações hidrossanitárias, elétricas, impermeabilização, revestimento interno e externo, equipamentos e piso. O projeto incluiu ainda a construção de prédios térreos anexos à torre principal, onde irão funcionar a estação de tratamento de esgoto, lavanderia, subestação interna de geração de energia e cisterna. O diferencial desse prédio é a utilização de sensores nas portas, assim como o uso de uma nova tecnologia para controle de infecção nas salas cirúrgicas. Toda a estrutura do Hospital representa cerca de 28 mil m² de área construída.

Descentralização - A construção dos Regionais faz parte do plano de descentralização da saúde pública executado pelo governador Simão Jatene ao longo de quase oito anos de gestão. Nesse período foram colocadas em operação unidades de saúde de alta e média complexidade em 14 municípios do Estado, além de inaugurados cinco grandes hospitais em Belém: Metropolitano, Santa Casa, Galileu, Hospital Oncológico Infantil e Jean Bitar.

Além dos hospitais instalados fora da capital – Santarém, Marabá, Altamira, Paragominas, Breves, Conceição do Araguaia, Redenção, Salinópolis, Cametá, Tucuruí, Garrafão do Norte, Ipixuna e Barcarena, estão em obras o novo Hospital Abelardo Santos (Icoaraci), e os Hospitais Regionais de Itaituba, Castanhal e Capanema.

Esses quatro novos hospitais vão incorporar mais 678 novos leitos na rede estadual de saúde. A oferta dos leitos de internação nos últimos anos soma 4.221 leitos. Atualmente, estão cadastrados 10.796 leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) no Pará.

Fonte:  Blog Plantão 24horas News com informações de Natália Mello em parceria com a Secom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search